COLUNA IMAGENS: TERRENO ONDE SEDIOU POR DÉCADAS A FERREIRA GUIMARÃES EM BARBACENA

Imagens mostram parte de uma área, onde por décadas  abrigou uma das principais geradoras de emprego em Barbacena: a Companhia Têxtil Ferreira Guimarães, fundada em 18 de janeiro de 1906, chegando a ocupar uma extensa área, com aproximadamente,  55.483,00 m2,  dois quais destes,  19.732,33 m2, eram de área  construída, dedicada a fabricação e comercialização de produtos vendidos em diversas partes do país.

Atualmente o local abriga um condomínio com lotes residenciais, e em uma parte deste terreno, onde ficava a sede da companhia, restou apenas  uma solitária chaminé para lembrar as futuras gerações de que naquele local, um dia funcionou um grande empresa têxtil na cidade, responsável por gerar milhares de postos de trabalho em Barbacena, tornando parte importante no fortalecimento da economia do município.

No ano de encerramento de suas atividade, em 2013, estive visitando o parque industrial da Ferreira Guimarães, conhecendo detalhes da produção que somente aqueles que trabalharam na Guimarães, tiveram a oportunidade de conhecer todo o processo da fiação e da tecelagem dos produtos por ela produzidos. Meses depois, a tecelagem encerraria de vez a sua produção industrial em sua unidade em Barbacena, cidade  muito conhecida durantes décadas, como sendo um dos principais polos têxtil de Minas Gerais.

Outras empresas do ramo têxtil que encerraram suas atividades em Barbacena, estão: a Fiação e Tecelagem São José (foto acima), sediada no bairro Pontilhão, e a Malharia Cruzeiro no bairro São José.

Fotos: Januário Basílio.