LAFAIETE INTENSIFICA VACINAÇÃO APÓS CONFIRMAR MORTE DE MACACO POR FEBRE AMARELA

Em decorrência de um caso de epizootia em primata confirmada para Febre Amarela em nosso município na localidade rural de Três Barras, a Prefeitura de Conselheiro Lafaiete intensificará a vacinação contra a febre amarela a partir da próxima segunda-feira, dia 15 de janeiro de 2018. Diante de tal confirmação, o município passa a se enquadrar na Categoria 03 (Municípios com casos/óbitos humanos ou epizootias confirmadas para febre amarela) em conformidade com a Nota Técnica 07/2017 – CI/DVE/SVAST/Sub.VPS/SES-MG atualizada em 21/11/2017.

Intensificação de Vacinação da Zona Urbana

A população poderá ser vacinada na Unidade Central de Vacinação e em qualquer unidade de ESF, de acordo com as orientações do Ministério da Saúde.

A vacina contra a febre amarela encontra-se disponível em todas as 25 unidades de ESF e Unidade Central de Vacinação, entre o horário de 07:00 às 17:00 horas.

Intensificação de Vacinação da Zona Rural

A vacinação na Zona Rural será realizada CASA A CASA e estará disponível também nos postos de saúde das localidades de GAGÉ, BUARQUE DE MACEDO, RANCHO NOVO, ALMEIDAS, SÃO VICENTE e SÃO GONÇALO a partir de 16/01/2018.

Nas localidades descobertas de TRÊS BARRAS, VARGEM GRANDE E MATO DENTRO a vacinação será realizada CASA A CASA, com verificação do Cartão de Vacinação a partir de  16/01/2018.

Imunização

No Calendário Nacional de Vacinação atual, a população alvo a ser vacinada contra febre amarela são as crianças a partir dos nove meses até as pessoas com 59 anos de idade, tendo como meta a ser atingida, 95% de cobertura vacinal.

Atualmente, a cobertura vacinal de febre amarela no município está em torno de 85,03%. Ainda há uma estimativa de 17.748 não vacinados, especialmente na faixa-etária de 15 a 59 anos, que também foi a mais acometida pela epidemia de febre amarela silvestre ocorrida em 2017 no estado de Minas Gerais.

Em dezembro de 2017 foi realizada uma intensificação da vacinação contra a febre amarela em nosso município, após a confirmação de epizootia em município vizinho. Foram estendidos os horários de atendimento das unidades de saúde e instalado posto volante na rodoviária, entretanto houve uma baixa adesão por parte da população.

Ressaltamos ser essencial que a população procure a unidade de saúde mais próxima para avaliação da situação vacinal, pois a única forma de proteção é a vacinação.

Orientações para a vacinação de febre amarela:

A apresentação da Caderneta de Vacinação é de extrema importância para a avaliação da situação vacinal de cada pessoa.

  • A partir dos 9 meses não vacinado: Uma dose.
  • A partir dos 9 meses com pelo menos uma dose: considerar vacinado.
  • Gestantes NÃO VACINADAS: Deverá ser vacinada somente se for se deslocar para área com transmissão ativa da doença.
  • Gestantes VACINADAS: Não administrar nenhuma dose. Considerar vacinada.
  • Mulheres amamentando crianças menores de 6 meses NÃO VACINADAS: Deverá ser vacinada somente se for se deslocar para área com transmissão ativa da doença. Suspender o aleitamento materno por 10 dias após a vacinação.
  • Mulheres amamentando crianças menores de 6 meses VACINADAS: Não administrar nenhuma dose. Considerar vacinada.
  • Pessoas acima de 60 anos NÃO VACINADAS: Deverá ser vacinada somente se for se deslocar para área com transmissão ativa da doença. É fundamental que o serviço de saúde faça a avaliação, verificando se a pessoa não se enquadra nas contraindicações antes de administrar a vacina.
  • Pessoas acima de 60 anos VACINADAS: Não administrar nenhuma dose. Considerar vacinada.
  • Viajantes para áreas com vigência de surto no país ou para países que exigem o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia NÃO VACINADOS.

 Para mais informações entre em contato: 3769-2624.

Departamento de Vigilância em Saúde

Foto: Januário Basílio.

fest-verão-em-barbacena