Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

Barbacena promove neste sábado “Dia D” de Vacinação contra a poliomielite

No próximo sábado (17/10), a Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesap) de Barbacena, seguindo diretrizes do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), promove o “Dia D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite para crianças de até 5 anos de idade. Neste dia, todos os postos de saúde e unidade central de vacinação estarão funcionando em horário especial, de 8h às 17h, para que o público alvo seja imunizado contra a doença.

No público-alvo da campanha contra a poliomielite estão crianças menores de 5 anos de idade, com estratégias diferenciadas para crianças com até 1 ano incompleto e para aquelas na faixa etária de 1 a 4 anos. A depender do esquema vacinal registrado na caderneta, a criança poderá receber a Vacina Oral Poliomielite (VOP), como dose de reforço ou dose extra, ou a Vacina Inativada Poliomielite (VIP), como dose de rotina.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), a campanha pretende chamar a atenção sobre a importância de manter a vacinação em dia, em qualquer idade.  A ação tem como objetivos diminuir o risco de reintrodução do poliovírus selvagem no país, garantir oportunidade de acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal, ampliar as coberturas vacinais, reduzir a incidência das doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação e/ou erradicação dessas doenças.

A vacinação é a única forma de proteger contra a poliomielite e evitar a reintrodução da doença no estado. Por este motivo, é importante que os pais levem seus filhos para vacinar e, assim, manter altas as coberturas vacinais.

Ainda segundo a SES, neste período, serão ofertadas em Minas Gerais todas as vacinas do calendário básico de vacinação da criança e do adolescente. A multivacinação tem como objetivo a análise do esquema de vacinação das crianças e dos adolescentes para verificar se está completo, e no caso da falta de alguma vacina será realizada a administração, garantindo assim a proteção contra diversas doenças imunopreveníveis, melhorando também as coberturas vacinais no país.

A poliomielite, também chamada de pólio ou paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda causada pelo poliovírus, que pode infectar crianças e adultos e, em casos graves, pode levar a paralisias musculares, em geral nos membros inferiores, ou até mesmo à morte. A vacinação é a única forma de prevenção.

Não existe tratamento específico para a poliomielite. Todas as pessoas contaminadas devem ser hospitalizadas, recebendo tratamento dos sintomas de acordo com o quadro clínico. Entre os sintomas mais frequentes estão febre, dor de cabeça e no corpo, vômitos, espasmos e rigidez na nuca. Na forma paralítica ocorre a súbita deficiência motora, acompanhada de febre, flacidez e assimetria muscular e persistência de paralisia residual (sequela) após 60 dias do início da doença.

Fonte: SES-MG/ foto (arquivo): Januário Basílio.

Leia também:

REDE FHEMIG ABRE PROCESSOS SELETIVOS PARA MAIS 222 VAGAS EM 22 ESPECIALIDADES