Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

Comitê regride macro Centro-Sul para onda vermelha do Minas Consciente

Conforme deliberação do Comitê Extraordinário Covid-19, definida em reunião executiva na quarta-feira (16/12),  sete macrorregiões do estado estarão na onda vermelha na semana do Natal, situação que permite apenas o funcionamento de serviços essenciais como farmácias, supermercados, padarias e bancos. São elas: Jequitinhonha, Leste, Leste do Sul, Nordeste,  Vale do Aço, Sudeste e Centro-Sul.

A macrorregião CENTRO-SUL de saúde é composta pelas microrregiões de Barbacena, Congonhas, Conselheiro Lafaiete e São João del Rei.

Na onda vermelha, somente os serviços considerados essenciais são permitidos, tais como:

– Supermercados, padarias, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência;

– Bares (somente para delivery ou retirada no balcão);

– Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;

– Serviços de ambulantes de alimentação;

– Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop;

– Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito;

– Vigilância e segurança privada;

– Serviços de reparo e manutenção;

– Lojas de informática e aparelhos de comunicação;

– Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;

– Construção civil e obras de infraestrutura;

– Comércio de veículos, peças e acessórios automotores.

Na onda amarela, estágio intermediário do Minas Consciente, com o funcionamento de bares, restaurantes e academias, por exemplo, ficam as regiões Centro, Norte, Noroeste, Oeste e Sul. Apenas as macrorregiões Triângulo do Norte e Triângulo do Sul permanecem na onda verde, nível mais avançado do plano, com permissão para atividades de serviços não essenciais com alto risco de contágio. como teatro, cinema e clubes.

As mudanças, válidas de sábado (19/12) a sábado (26/12), visam manter o equilíbrio do cenário pandêmico e fazem parte das orientações para as regiões de Minas Gerais sobre a retomada segura das atividades econômicas.

Fonte: Agência Minas.

Leia também:

AÇÃO CONJUNTA FISCALIZA LOTAÇÃO NO TRANSPORTE COLETIVO EM BARBACENA