Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Aprendiz

Governo de Minas anuncia corte de cerca de 80 mil vagas no ensino integral

Principal justificativa é a crise financeira.

O governo de Minas anunciou, nesta quarta-feira (10), que vai fazer um corte de cerca de 80 mil vagas no ensino integral do estado. O executivo afirmou que vai abaixar de 1.640 para 500 escolas atendidas com a modalidade.

Esse corte, segundo o governo, vai provocar redução de 70% no número de alunos atendidos. A principal justificativa é a crise financeira.

A Secretária de Estado de Educação, Julia Santanna, anunciou que o governo precisou fazer uma reformulação no programa e que as aulas vão começar no dia 6 de maio.

Com a alegada falta de dinheiro, o governo diz que está direcionando os recursos disponíveis para atender famílias com renda mensal de até um salário mínimo e meio.

“O programa será mantido naquelas escolas onde há maior vulnerabilidade social. Estamos garantindo o programa. Com toda responsabilidade no repasse da merenda, algo que foi suprimido no ano passado por conta da crise, em 500 unidades escolares, atendendo a 30 mil alunos, 30,6 mil alunos”, explicou Julia.

Segundo a secretária, o programa de educação integral pode ser ampliado no futuro. Sobre os professores, a secretaria informou que as turmas ainda estão sendo montadas e, a partir disso, será feito um levantamento para apontar o número necessário para o desenvolvimento da educação integral neste ano.

A reportagem do G1 não conseguiu contrato com representantes do governo Fernando Pimentel (PT), para falar sobre as verbas destinadas à merenda escolar.

Fonte: G1 Minas Gerais.

Leia também:

MUDANÇAS NA CNH VÃO FACILITAR PUNIÇÃO DE INFRAÇÃO GRAVE, DIZ MINISTRO