Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

Nove candidatos ao governo de MG apresentam registros de candidatura ao TRE.

Nove candidatos ao governo de Minas Gerais apresentaram registros de candidatura ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG). O prazo final para o registro terminou nesta quarta-feira (15).

Registraram as candidaturas os candidatos Alexandre Flach Domingues (PCO), Antonio Anastasia (PSDB), Claudiney Dulim (Avante), Dirlene Marques (PSOL), Fernando Pimentel (PT), João Batista Mares Guia (Rede), Jordano Metalúrgico (PSTU), Marcio Lacerda (PSB) e Romeu Zema (Novo).

Alexandre Flach Domingues (PCO)

O PCO confirmou Alexandre Flach Domingues como candidato ao governo de Minas Gerais pela legenda em convenção do diretório estadual, no domingo (5), em Belo Horizonte.

A convenção foi na sede do partido, no Centro de Belo Horizonte.

O candidato a vice-governador é Sebastião de Oliveira Pessoa.

Candidatura registrada em 14 de agosto

Ocupação declarada: advogado

Bens declarados: R$ 100.000,00

Vice: Sebastião de Oliveira Pessoa

Ocupação declarada: programador de computador

Bens declarados: R$ 6.590,00

 

Antônio Anastasia (PSDB)

O PSDB definiu o nome de Antônio Anastasia como candidato ao governo de Minas Gerais em convenção partidária em 28 de julho, em Belo Horizonte.

Senador pelo PSDB, Antonio Anastasia foi governador de Minas Gerais de 2010 a 2014. Foi eleito senador em 2014.

O deputado federal Marcos Montes (PSD) foi confirmado candidato a vice-governador de Anastasia.

Candidatura registrada em 10 de agosto

Ocupação declarada: senador

Bens declarados: R$ 1.315.319,25

Vice: Marcos Montes (PSD)

Ocupação declarada: deputado

Bens declarados: R$ 7.879.731,09

 

Claudiney Dulim (Avante)

O Avante confirmou o advogado Claudiney Dulim como candidato ao governo de Minas Gerais pela legenda. O nome foi anunciado nesta terça-feira (7).

O partido havia confirmado, em convenção no dia 21 de julho, na capital mineira, apoiar o então pré-candidato Rodrigo Pacheco (DEM). A candidatura de Pacheco chegou a ser confirmada, mas foi retirada nesta segunda-feira (6).

Claudiney Dulim tem 50 anos e é advogado. É professor de Direito Constitucional, pós-graduado em Direito e Processo Eleitoral.

O candidato a vice-governador é Leandro Ramon.

Candidatura registrada em 10 de agosto

Ocupação declarada: advogado

Bens declarados: R$ 820 mil

Vice: Leandro Ramon (Avante)

Ocupação declarada: advogado

Bens declarados: R$ 190 mil

 

Dirlene Marques (PSOL)

O PSOL confirmou o nome de Dirlene Marques como candidata ao governo de Minas Gerais em convenção estadual no dia 28 de julho, em Belo Horizonte.

Economista, a professora trabalhou na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) por 29 anos. É a primeira vez que ela se candidata ao governo de Minas Gerais.

A candidata a vice é a também professora Sara Azevedo (PSOL).

Candidatura registrada em 10 de agosto

Ocupação declarada: servidora pública civil aposentada

Bens declarados: R$ 1.702.903,00

Vice: Sara Azevedo (PSOL)

Ocupação declarada: professora de Ensino Médio

Bens declarados: R$ 750,00

 

Fernando Pimentel (PT)

O PT confirmou o governador Fernando Pimentel como candidato à reeleição em convenção estadual no dia 5 de agosto, em Belo Horizonte.

Pimentel assumiu o cargo de prefeito de Belo Horizonte em 2003, em razão da aposentadoria de Célio de Castro. Nas eleições de 2004, foi eleito prefeito da capital.

De 2011 a 2014, foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior no governo Dilma Rousseff. Em 2014 foi eleito governador de Minas Gerais.

Candidatura registrada em 15 de agosto

Ocupação declarada: Governador

Bens declarados: R$ 1.874.016,45

Vice: Jô Moraes (PC do B)

Ocupação declarada: deputada

Bens declarados: R$ 186.843,34

 

João Batista Mares Guia (Rede)

ede Sustentabilidade confirmou João Batista Mares Guia como candidato ao governo de Minas Gerais pela legenda em convenção do diretório estadual, no dia 30 de julho, em Belo Horizonte.

O candidato tem 70 anos e é formado em Sociologia. Se especializou em educação pública básica. De 1989 a 1994 foi secretário municipal de Educação e secretário municipal de Planejamento Urbano e do Meio Ambiente de Contagem. Foi ainda secretário-adjunto e secretário de estado da Educação de Minas de 1995 a 1998.

O candidato a vice-governador é Abraão Gracco.

Candidatura registrada em 15 de agosto

Ocupação declarada: sociólogo

Bens declarados: R$ 145.170.594,57

Vice: Abraão Gracco (Rede)

Ocupação declarada: advogado

Bens declarados: R$ 1.301.500,00

 

Jordano Metalúrgico (PSTU)

O PSTU confirmou Jordano Metalúrgico como candidato ao governo de Minas Gerais pela legenda em convenção do diretório estadual no dia 3 de agosto, em Belo Horizonte.

Jordano Carvalho tem 38 anos e é natural de São João Del Rey. Metalúrgico, trabalhou desde os 18 anos na empresa Bozel Mineração. É dirigente do Sindicato dos Metalúrgicos da cidade, da Federação Sindical e Democrática dos Metalúrgicos de Minas Gerais e da CSPCONLUTAS.

A candidata a vice-governadora é a professora Victoria Mello.

Candidatura registrada em 15 de agosto

Ocupação declarada: trabalhador metalúrgico e siderúrgico

Bens declarados: R$ 125.000,00

Vice: Victoria Mello

Ocupação declarada: professora de ensino fundamental

Bens declarados: R$ 155.525,63

 

Marcio Lacerda (PSB)

O ex-prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda anunciou neste domingo (5) que é candidato ao governo de Minas Gerais, contrariando a direção nacional do PSB, que anulou de forma unânime a convenção estadual que havia aprovado a candidatura.

Lacerda diz estar amparado por uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que reconhece a decisão tomada pela convenção estadual do PSB, marcada por tumulto e bate-boca, contido com a presença da Polícia Militar.

No dia 06 de agosto, o TRE divulgou informando que a decisão sobre a validade das convenções ainda é assunto sub judice. Segundo o tribunal, só no momento da análise dos eventuais pedidos de registro de candidatura, que devem ser apresentados até o dia 15 de agosto, é que haverá julgamento do TRE quanto à validade ou não das decisões partidárias. “Os pedidos de registro feitos por todos os partidos/coligações serão distribuídos para análise entre os juízes da Corte Eleitoral, que atuarão como relatores dos processos. Caberá a eles analisar todos os documentos apresentados para deferir ou indeferir cada pedido”, conclui a nota.

Candidatura registrada em 15 de agosto

Ocupação declarada: administrador

Bens declarados: R$ 34.483.733,19

Vice: Adalclever Lopes (MDB)

Ocupação declarada: deputado

Bens declarados: R$ 38.075,41

 

Romeu Zema (Novo)

O partido Novo confirmou Romeu Zema como candidato ao governo de Minas Gerais em convenção estadual no dia 21 de julho. em Belo Horizonte.

O empresário tenta sua primeira eleição ao governo de Minas. É formado em administração pela Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo. Atualmente, é presidente do Conselho do Grupo Zema, conglomerado da família.

Paulo Brant foi confirmado como candidato a vice-governador na chapa de Zema.

Candidatura registrada em 1º de agosto

Ocupação declarada: empresário

Bens declarados: R$ 69.752.863,96

Vice: Paulo Brant (Novo)

Ocupação declarada: economista

Bens declarados: R$ 1.890.662,07

(ATUALIZAÇÃO: As candidaturas de Rita Del Bianco (PRTB), Jaime Martins Filho (PROS) e Rodrigo Pacheco (MDB) foram oficializadas pelos partidos, mas eles não as registraram dentro do prazo).

Fonte: G1 TV Globo Minas/Foto: Correio Regional.