Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

Aeronáutica atualiza resultados de testes e Epcar em Barbacena chega a 204 casos de Covid-19

Escola militar tem 507 estudantes e todos fizeram exames após denúncia de conduta da instituição. Registros da doença na cidade aumentaram quase seis vezes em menos de uma semana após as notificações da instituição.

O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica confirmou nesta terça-feira (26), que 204 alunos da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar) em Barbacena testaram positivo para Covid-19. Destes, 90 estão em isolamento na instituição e os outros 114 já se recuperaram do coronavírus e foram para casa.

Este dado representa um aumento de nove casos em relação ao que a reportagem revelou na manhã de segunda-feira (25), quando a instituição informou 195 casos de Covid-19. Segundo a Aeronáutica, o resultado dos novos resultados saíram na parte da tarde. Agora, o número de estudantes infectados corresponde a 40,2% do total de alunos da escola, que é de 507 estudantes. Todos foram testados no último fim de semana.

Em contato com o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica para saber se a instituição aguarda o resultado de outros testes e, até a última atualização desta matéria não obtivemos retorno.

 

Comparação com casos na cidade

O número de casos de Covid-19 em Barbacena aumentou quase seis vezes nos últimos dias após as notificações positivas da Epcar.

De acordo com a Prefeitura, na última quinta-feira (21), a cidade contabilizava 44 casos do novo coronavírus. Na sexta-feira (22) eram 86 e, nesta terça-feira, Barbacena chegou a 255 notificações positivas da doença. Foram acrescentados 211 casos ao boletim municipal em apenas quatro dias.

Ainda conforme os dados, houve aumento no número de notificações da doença, que passou de 910 na segunda-feira para 942 nesta terça, ou seja, 32 novos casos de coronavírus em investigação em um dia.

De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), os resultados dos testes dos alunos infectados foram anexados à Secretaria Municipal de Saúde no fim de semana, o que explica este aumento divulgado nos boletins.

 

Recomendação do MPF

Na última sexta-feira (22), o Ministério Público Federal (MPF) emitiu uma recomendação ao diretor de Ensino da Aeronáutica (Direns), major-brigadeiro do Ar Marcos Vinícius Rezende Mrad, e ao comandante da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), brigadeiro do Ar Paulo Ricardo da Silva Mendes, para suspender imediatamente todas as aulas e demais atividades acadêmicas presenciais.

Em nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) explicou que as atividades presenciais já tinham sido suspensas e que esta determinação foi cumprida antes do prazo, que venceu na segunda-feira (25).

O MPF investiga a conduta da instituição militar após pais de alunos terem denunciado que o local estava submetendo os estudante a risco de contágio pelo novo coronavírus. A denúncia foi feita ao órgão pelo Conselho Tutelar de Barbacena em abril, e encaminhada ao MPF em São João del Rei.

 

Situação dos infectados

A Aeronáutica informou nesta terça-feira, em atualização dos registros dos exames divulgados neste fim de semana, que 114 alunos da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar) tiveram a indicação de anticorpos da classe IgG em seus testes, o que significa que têm o marcador imunológico para Covid-19, ou seja, decorreu algum tempo desde a contaminação. Estes estudantes foram liberados e retornaram para as casas.

Ainda conforme a instituição, os outros 90 alunos que testaram positivo e estão com a doença ativa seguem em isolamento na instituição. Destes, 83 não apresentaram quaisquer sintomas e os sete restantes apresentam apenas sintomas leves.

A Aeronáutica afirmou que nenhum aluno necessitou ser hospitalizado. Todos aqueles que testaram positivo foram direcionados ao isolamento social e receberam o tratamento preconizado pelas autoridades de saúde.

 

Como está Epcar

A Epcar é uma escola de ensino militar, que admite alunos de idade entre 14 e 18 anos por meio de concurso público. No local, estudantes de várias cidades de todo o Brasil vivem em regime de internato e, por isso, dormem em alojamentos e têm aulas em horário integral.

Após o registro de casos de Covid-19, todos os integrantes da Epcar que tiveram contato com os alunos cumprem isolamento social domiciliar desde sábado (23). A Escola também informou que foi liberada a adesão voluntária para férias escolares com duração de três semanas e foram feitas adaptações para evitar a propagação do coronavírus, como a utilização de máscaras por professores e alunos, horários de refeitórios ampliados para evitar aglomeração e o incentivo à prática de atividade física individual.

 

O que diz a Prefeitura de Barbacena

Em entrevista à TV Integração na segunda-feira, a secretária municipal de Saúde de Barbacena, Marcilene Dornelas, explicou que a pasta fez um relatório sobre a situação e apresentou ao Ministério Público Federal (MPF) em São João del Rei.

“O que a gente fez nesses últimos dias foi orientar enquanto Vigilância Epidemiológica, juntamente ao Estado. Lembrando que a Epcar, sempre teve uma parceria com esse município, mas eles têm um alto comando de força para seguirem e essas decisões não cabem a nós”, explicou a secretária.

Ainda conforme a Marcilene, a pasta continuará trabalhando na mesma linha dos últimos 90 dias. “Com plantão presencial, orientação e buscando que a sociedade entenda que Barbacena não está dentro de uma cápsula de proteção. E que pode acontecer a qualquer momento, o agravamento desses casos, e eles precisarem de leito de UTI”, concluiu.

Barbacena é a cidade polo de tratamento para coronavírus na microrregião de saúde do Campo das Vertentes, compreendendo outros 25 municípios e atendendo uma população de 250 mil pessoas. Com as novas confirmações da Epcar, o município chegou na 4ª posição de mais casos confirmados da doença no estado.

Na última semana, a cidade aderiu ao programa estadual “Minas Consciente”, que estabelece diretrizes para a retomada das atividades econômicas. Dornelas pontuou que a adesão foi realizada antes da explosão de casos, e que aguarda orientação da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), para avaliar a nova situação epidemiológica do município e os impactos para a microrregião das Vertentes.

Fonte: G1 Zona da Mata/foto(arquivo): Januário Basílio.

Leia também:

BARBACENA REGISTRA MAIS 2 CASOS DE CORONAVÍRUS E 193 PACIENTES RECUPERADOS