Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

Chuva causa transbordamento de rios e córregos em Barbacena e região

A chuva que atinge Minas Gerais desde a madrugada desta sexta-feira (24) tem provocado estragos e deixado a população em estado de alerta. A chuva  provocou alagamento de ruas e transbordamento de rios e quedas de barrancos em diversas cidades na Região do Alto Paraopeba e Campo das Vertentes.

Em Barbacena:

Na tarde desta sexta-feira (24/01), equipes do Corpo de Bombeiros de Barbacena compareceram à Rua Lavras, no bairro Nova Cidade, onde houve queda parcial de algumas placas de muro em um terreno de uma residência. Felizmente nesta ocorrência houve apenas danos materiais. não ocasionando risco à residência.

Houve alagamentos parcial da Avenida Governador Bias Fortes e, em parte da Rua Dorvalina  Borges, altura do bairro São Pedro.

 

Congonhas

Em Congonhas, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Obras, está executando serviços de limpeza e de remoção de terra, arrastada pelas chuvas intensas em Congonhas. Enquanto isso, a Defesa Civil Municipal realiza vistorias e encaminha a outros órgãos competentes medidas a serem tomadas. O volume do rio Maranhão no início desta tarde de sexta-feira, 24 de janeiro, é de 4 metros no Centro da cidade.

Na rua Noemi Ferreira Lobo, no bairro Basílica, houve um desmoronamento de terra. Pela manhã, a equipe retirou os entulhos da via, que já foi liberada.

A Prefeitura também já retirou duas árvores que haviam caído, uma na estrada de acesso ao Parque da Cachoeira, e outra na Rua Altary de Souza Ferreira, no Boa Vista. Esta chegou a cortar a fiação elétrica.

O córrego que passa sob o viaduto da linha férrea entre as ruas Pio André e Pedro Cordeiro de Freitas, no Jardim Profeta, transbordou, entrou em algumas casas e, como o nível da água segue subindo, ameaça outras. A Defesa Civil registrou dados de moradores para o caso de necessitar enviá-los para abrigos e outras providências. A MRS coordena a passagem de pedestres por sobre a linha férrea.

O córrego Macaquinhos transbordou e fechou a ligação dos dois lados do Jardim Profeta sob o viaduto da BR 040.

Também no Jardim Profeta, um barranco cedeu sobre a residência da rua Nova Vista, nº 133. A moradora está na casa da família, que também é ameaçada pela sequência do barranco. A Defesa Civil realizará nova vistoria esta tarde para tomar as providências cabíveis.

Moradores de encostas, ruas íngremes e população ribeirinha devem redobrar a atenção e procurar local seguro, caso necessário. A Defesa civil está atenta aos fenômenos meteorológicos e alerta para atender solicitações de atendimento. Em caso de necessidade, ligue 3731-4133 ou 199 durante o horário comercial e 9.9898-6914 a qualquer dia ou hora.

A previsão é de volume de chuva, segundo a Agência Climatempo, foi mantida em 85 mm para esta sexta, mas foi elevada de 30 mm para 60 mm para o sábado.

No Joaquim Murtinho, parte de um barranco também cedeu, atingindo casa e veículos.

A encosta do rio Goiabeiras que delimita o estacionamento do Terminal Rodoviário foi interditado inicialmente pela Guarda Municipal e, em seguida, também pela Defesa Civil, porque ameaça ceder.

A Defesa Civil segue realizando vistorias em outros pontos da cidade esta tarde, sendo uma delas no bairro Alvorada, e monitorando o volume dos rios. Até o momento, nenhum deles transbordou na área central da cidade, mas sim na região da Vila Marques.

Desde essa quinta-feira, a avenida Alessandro Ferreira da Silva, de acesso do Terminal Rodoviário ao Santa Mônica, está completamente interditada por medida de precaução, até que haja estiagem, já que a via se encontra em obras. Para chegar àquele bairro, a Diretoria de Trânsito da Prefeitura sugere que veículos leves passem pelo Zé Arigó. Já veículos leves,caminhões e ônibus, pelo Bairro Vila Andreza.

Parque da Cachoeira não funcionará devido às chuvas

Devido às chuvas  o Parque Ecológico da Cachoeira não funcionará nesta sexta-feira, 24. O retorno das atividades dependerá da previsão do tempo para os próximos dias.

A Secretaria de Obras  retirou uma árvore que caiu na estrada de acesso ao Parque. A equipe está atendendo, ainda, outros pontos da cidade impactados pelas precipitações. A Defesa Civil do Município também está monitorando a situação.

Em Conselheiro Lafaiete:

Na maior cidade do Alto Paraopeba o Rio Bananeiras que corta Conselheira Lafaiete transbordou e provocou alagamento em trecho da BR-040 na altura do bairro Barreira, e em parte da Rua Paes Pedro no bairro São Sebastião e na Rua Ventura Luiz, bairro São Sebastião. Também houve registros de alagamentos nos bairros Amaro Ribeiro e Vila Resende. No município a Defesa Civil registrou diversos  várias quedas de barrancos. Felizmente não houve vítimas.

Outras cidades da Região do Alto Paraopeba

Outros municípios da região também registram alagamentos de ruas com o transbordamentos de córregos e rios que não suportaram o grande volume de água que caiu na região desde o começo da noite de quinta-feira (23/01) até a manhã desta sexta-feira(24/01). Os municípios mais afetados foram; Santa dos Montes e Rio Espera.

Fotos: Via WhatsApp, Bombeiros de Barbacena e Prefeitura de Congonhas.

Leia também:

CHUVAS CAUSAM ALAGAMENTOS EM DIVERSAS CIDADES NA REGIÃO DA ZONA DA MATA