Net Rosas Banner Grande
Unimed Banner Grande
BQHost Banner Grande
Aprendiz

Com onda de violência, comerciantes de Conselheiro Lafaiete, contabilizam prejuízos.

Lojas, móveis e estoques de mercadoria estão sendo roubados e queimados em Conselheiro Lafaiete, na Região Central de Minas Gerais. Ao todo, cinco estabelecimentos foram incendiados na cidade, quatro neste mês de agosto.

“Perdi muita coisa. Equipamento, mercadoria, um pouco de tranquilidade. Você fica com isso na cabeça”, lembrou Bento José Oliveira, presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Sindcomercio) e comerciante da cidade. Sua mercearia foi queimada na madrugada do dia 8 de agosto e, desde então, está funcionando de forma improvisada.

No mesmo dia, um sacolão da cidade também foi atacado. Suspeitos entraram pela janela e não conseguiram roubar nada, mas atearam fogo na loja. Isso deixou um prejuízo de R$15 mil para o comerciante. “Cheguei a perder meu balcão, duas balanças, dois aparelhos de televisão, minha geladeira de R$6 mil, fora a pintura do varejão que tive que reformar tudo”, contou a dona do estabelecimento Daiane Campos.

Na última sexta-feira (17), uma loja de roupa foi atacada e ficou totalmente queimada, com prejuízo de mais de R$ 2 milhões. O incêndio foi de grandes proporções e atingiu até o segundo andar da loja.

Quatro suspeitos de envolvimento nos crimes foram presos na semana passada. Segundo a Polícia Militar (PM), todos têm passagem por roubo e furto. Eles estão presos provisoriamente, mas negam as acusações.

A delegada Patrícia Terezinha Leite explicou que a corporação não descarta nenhuma hipótese, entretanto, a princípio, como não há ligação entre as pessoas, a suspeita é que os autores do crime colocaram fogo para que as provas fossem apagadas e não fosse identificada a autoria do delito.

A polícia ainda não sabe se existem mais pessoas envolvidas nos crimes. Os comerciantes fizeram um manifesto pedindo segurança para continuar trabalhando.

A corporação afirmou que se reuniu com representantes da prefeitura e do comércio do município para traçar estratégias de combate aos ataques. O policiamento foi reforçado nas áreas comerciais em regime especial para tentar coibir esse tipo de ação.

Fonte: G1 TV Globo Minas/Foto: Aparecida Couto.

BQHost Banner Grande 2