Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

Defensoria Pública realiza ‘Mutirão Direito a Ter Pai’

 Exame é realizado gratuitamente e o cadastramento já pode ser realizado na própria Defensoria Pública da Barbacena

Todo ser humano tem direito de saber quem é seu pai e de ter o nome dele em sua Certidão de Nascimento. Em relação à criança, o direito é garantido na Constituição e no Estatuto da Criança e do Adolescente – Eca. Com o intuito de ajudar a essas pessoas, a Defensoria Pública de Minas Gerais com apoio do Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG está realizando novamente o ‘Mutirão Direito a Ter Pai 2016’. Os interessados já podem procurar a Defensoria Pública de Barbacena, localizada à Belizário Pena, 229. É preciso levado os documentos pessoais, certidão de nascimento do filho e o endereço completo do suposto pai e o número de telefone dele. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, e deve procurar o setor da Área da Família da Defensoria, que tem como defensoras públicas Drª Darcilene Pereira e Drª Cássia Rejane.

É importante estar atendo ao prazo para fazer o cadastro que vai até o dia 23 de setembro. Em Barbacena serão realizados 60 exames são executados mediante coleta de saliva (indolor, portanto) na própria Defensoria Pública, e a análise de responsabilidade do Laboratório H Pardini conveniado em Barbacena. O mutirão busca não só o reconhecimento da paternidade, mas a conscientização para a importância da aproximação entre pais e filhos, a criação de vínculo afetivo e, principalmente, o exercício do direito fundamental da filiação.

Segundo Drª Darcilene Pereira, defensora pública, o exame é gratuito. “O suposto pai é notificado via correspondência pelos Correios para comparecimento no mutirão”, disse. A Defensoria da Comarca de Barbacena atende à população de 12 municípios: Alfredo Vasconcelos, Antônio Carlos, Barbacena, Bias Fortes, Desterro do Melo, Ibertioga, Piedade do Rio Grande, Ressaquinha, Santa Bárbara do Tugúrio, Santa Rita do Ibitipoca, Santana do Garambéu e Senhora dos Remédios. Qualquer morador dessas cidades pode participar do mutirão da Comarca de Barbacena.  Se a pessoa fosse fazer esse tipo de exame particularmente em um laboratório, gastaria em média R$ 420. Caso o suposto pai já tenha falecido, o exame envolve parente mais próximo e com isso, o preços quase que triplica. O Mutirão Direito a Ter Pai vem sendo realizado em todo o Estado de Minas Gerais.

A Defensoria Pública de Barbacena, localiza-se à Belizário Pena, 229, centro

Foto: Internet/Google Mapas