Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Aprendiz
Banner grande BQHost 2

Escola Preparatória de Cadetes do Ar forma 25 bombeiros de Aeródromo

Durante mais de um mês, 25 militares receberam instruções nas mais diversas áreas de atuação de um bombeiro de aeródromo, inclusive, com aulas práticas que aproximam de um evento real

Dentro da solenidade militar do Corpo de Alunos (CA) da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) em Barbacena, 25 militares estiveram presentes para o encerramento do Curso de Bombeiro de Aeródromo Militar (CBAM). em cerimônia realizada na tarde de sexta-feira (11), presidida pelo Comandante da Escola, Brigadeiro do Ar Paulo Ricardo da Silva Mendes. A  cerimônia contou apenas com oficiais do CA, do Graduado-Master Suboficial Celeste José Discaciatti, da equipe de instrutores do curso e de um único grupamento do primeiro ano do Curso Preparatório de Cadetes do Ar (CPCAR), Esquadrão Hércules. Todos os procedimentos de segurança sanitária foram adotados devido ao atual momento de pandemia que encontra-se instalado também na região em que a cidade está situada.

Iniciado em 3 de maio, o CBAM visa o cumprimento das legislações vigentes acerca dos procedimentos de contra incêndio a serem administrados e desenvolvidos pelo pessoal técnico atuante na área, cumprindo o disposto na Portaria nº 673/GC3, de 5 de maio de 2014, que dispõe sobre as atribuições do Órgão Central do Sistema Contra incêndio, para as atividades de Prevenção, Salvamento e Combate a Incêndios em Aeronaves, com o objetivo de atender os aeródromos militares do Comando da Aeronáutica conjuntamente aos novos parâmetros sobre carros contra incêndio. O curso contou com instruções práticas e teóricas na EPCAR, no Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS) e na Base Aérea dos Afonsos (BAAF), sediada no Rio de Janeiro (RJ), sendo estas duas últimas possuidoras de uma estrutura capaz de adaptar e simular cenários fatídicos em que os integrantes do curso poderão se deparar em uma atuação real.

Para o Capitão Charliston Mcdonald Monjardim Couto, Chefe da Seção Contraincêndio (SCI) da EPCAR, a capacitação dos militares é fundamental para que a equipe esteja sempre preparada para as mais diversas frentes de atuação que lhes forem exigidos. “Devemos proporcionar uma constante capacitação para que nosso pessoal esteja sempre motivado e preparado para a mais perfeita intervenção nas circunstâncias em que forem acionados. Acreditamos que os conteúdos desenvolvidos durante o curso, sejam práticos ou teóricos, foram de grande valia para que os militares envolvidos pudessem estar atualizados e aptos para o desenvolvimento das técnicas que lhes foram apresentadas”, afirmou o oficial que foi o coordenador do curso.

O Terceiro-Sargento Rafael Eduardo Pereira dos Santos é um dos militares que participou do curso e, ao final, foi homenageado por haver obtido a primeira colocação, após realizadas todas as atividades avaliativas. O Sargento Rafael Santos já possui cursos na área de bombeiro e destacou que esta capacitação o torna ainda mais seguro para atuar quando solicitado. “Considerando esta formação para bombeiro de aeródromo, o que foi relevante e compensatório para mim foi a vivência com as aeronaves, atividades esta que como bombeiro civil não trabalhamos. Com certeza hoje me sinto um profissional mais completo pois além de aprimorar as técnicas que já tinha, tive esta oportunidade, que considero um privilégio, em participar deste curso e de ter esta oportunidade que a FAB está nos proporcionando, agregando, agora, conhecimentos em aeronaves que, até então, eu desconhecia”, enfatizou o militar que já atuou como bombeiro civil.

Durante a solenidade militar que marcou o encerramento do curso, o Comandante da EPCAR fez questão de destacar o empenho e a dedicação de cada um dos alunos, ciente de que as atividades realizadas serão fundamentais para uma futura necessidade de atuação dos novos bombeiros de aeródromo. “Vocês hoje encerraram um período de capacitação que foi preparado para que cada um esteja confiante e ciente das ações que deverão tomar em caso de um algum acidente em aeródromo. Todas as instruções ministradas, em especial as aulas práticas no Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa, na Base Aérea dos Afonsos e aqui mesmo na EPCAR, se aproximaram ao máximo de um cenário real que poderão se deparar em alguma eventualidade. Confiamos no trabalho de cada um de vocês! Parabéns!”, enalteceu o Brigadeiro Silva Mendes.

 

O CURSO

O Estágio Operacional e teórico e prático e visa aprimorar as habilidades, As qualificações e as capacidades profissionais, técnicas e práticas adquiridas pelo militar. Será concedido tão somente aos militares que labutam no Sistema de Contra Incêndio da Aeronáutica (SISCON) e atendam aos requisitos e critérios estabelecidos nesta instrução.

Desde o dia 31 de dezembro de 2019, só pode exercer as atividades de bombeiro de aeródromo, os militares com o respectivo Estágio Operacional publicado e dentro da validade.

Fonte: Seção de Comunicação Social-EPCAR.

Leia também:

ESCOLA PREPARATÓRIA DE CADETES DO AR FORMA OITO NOVOS ASPIRANTES A OFICIAL