Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Aprendiz

Homem é preso por tráfico de drogas e estelionato em Santos Dumont

Na última sexta-feira (28), dois homens, de 25 e 30 anos, acionaram a Polícia Militar em um ponto base localizado na área central de Santos Dumont, sendo que um deles (25 anos), vítima, alegou ser proprietário de uma empresa de transportes de passageiros em Belo Horizonte, o qual havia vendido um veículo Fiat Idea, para um cidadão (29 anos), pelo valor de R$ 26.000,00 (vinte e seis mil reais). tendo apresentado um recibo de venda do veículo devidamente assinado em seu nome. Ele relatou ainda, que  o acusado  havia efetuado o pagamento com cheque em nome de uma mulher, e que teria repassado para o acusado um troco no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais) em dinheiro.

Posteriormente, acreditando que o cheque seria compensado, a  vítima foi ao banco para sacar o suposto dinheiro da venda do veículo, porém, o banco devolveu o cheque alegando  divergência de assinatura. A vítima também relatou aos militares, que como não conhecia o acusado, colocou um rastreador no veículo, temendo ser vítima de um possível golpe, e  quando o cheque voltou tentou contato com o acusado por meio do aplicativo whatsApp, sendo este a única forma de contato que ele tinha, não obtendo êxito.

Em contato com familiares da pessoa que assinou o chegue repassado pelo acusado, eles disseram que não conhecem o acusado, e que não sabem como o cheque foi parar nas mãos dele, e que provavelmente teria sido furtado sendo que a proprietária do cheque se encontrava acamada há bastante tempo e não teria condições de repassar um cheque.

Diante dos fatos, a vítima mostrou a localização do veículo, e de posse dela os militares deslocaram até o local e depararam com o mesmo dentro de uma garagem.

Foi feito contato com um homem de 42 anos, (“M”), o qual relatou que: foi apresentado a vítima por seu primo o qual teria um carro para vender, e que desde então, iniciou-se a negociação. Disse ainda, que repassou para o acusado (29 anos), um cheque de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) em nome de sua empresa o qual teria sido descontado no mesmo dia em que negociou o veículo. Ele também contou que, ficou acertado que a vítima traria o restante da documentação, e receberia o restante do dinheiro R$ 13.000,00 (treze mil).  e  que o valor do veículo foi vendido pelo preço abaixo da tabela devido o carro estar com bastante coisas para se fazer.

Foi perguntado para “M” se saberia informar onde o acusado (29 anos) estaria, ele disse que o ultimo contato que teve seria em uma pousada nos arredores.

De imediato, os policiais deslocaram para o local e disseram para “M” fazer um prévio contato com o acusado e o chamar para fora do estabelecimento, sendo assim feito, momento em que abordaram o acusado e realizaram a sua prisão.

Foi repassado para o dono do estabelecimento onde o acusado se encontrava hospedado toda o acontecimento. O proprietário do estabelecimento mostrou o quarto onde o acusado estava hospedado  para ver se localizavam algum produto ilícito. Sendo então, iniciada as buscas na presença da testemunha e localizado no balcão um papelote com substancia análoga a cocaína. Foi encontrado também, um pote de pó royal, comumente utilizado para mistura de substancia entorpecentes, e uma balança de precisão, além da quantia no valor de R$ 300,00 (trezentos reais) em moeda corrente.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante delito ao acusado por trafico de drogas e estelionato, sendo ele conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil em Barbacena.

O veículo foi apreendido.