Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Aprendiz
Banner grande BQHost 2

Ibiapaba pode deixar de atender pacientes cardíacos de alta complexidade pelo SUS

Em comunicado oficial realizado no site oficial da instituição, o Hospital Ibiapaba Cebams informou que, diante da ausência de repasses suficientes e alegando crise financeira, poderá deixar de atender pelo Sistema Único de Saúde (SUS) pacientes com problemas cardíacos de alta complexidade a partir de 1º de janeiro de 2022.

O comunicado esclarece ainda, que alheios à vontade da instituição, não terá condições de prorrogar novamente a vigência da contratualização em relação aos serviços de Cardiologia, cujo termo final da prestação de serviços é o dia 01/01/2022 (primeiro de janeiro de dois mil e vinte dois), assumirá o compromisso de manter os referidos serviços pelo prazo de mais 30 (trinta) dias, até o dia 01/02/2022.

Ainda de acordo com o comunicado, o Hospital Ibiapaba ressalta que é credenciado pelo Sistema Único de Saúde de Barbacena/MG, para a prestação de serviços de saúde aos usuários do SUS. E que, dentre os serviços contratualizados, encontram-se aqueles referentes à CARDIOLOGIA, conforme Plano Operativo de Serviços Ambulatoriais – POA e Plano Municipal de Saúde, cujo o termo final do contrato vence em 01.01.2022. E devido a desequilíbrio econômico/financeiro do referido contrato em face da insuficiência dos valores pagos como contrapartida pelos serviços prestados, depende do recebimento dos valores justos dos serviços prestados para o pagamento dos custos, despesas e investimentos;

A instituição afirma que foram realizadas inúmeras tentativas de solução administrativa para a busca do equilíbrio econômico/financeiro do contrato. E que a publicação da Portaria GM/MS nº 3.696, em 21 de dezembro, reduziu os valores da Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses Próteses e Materiais Especiais, causando ainda mais desequilíbrio financeiro ao hospital.

Veja o comunicado abaixo:

comunicado

Foto (capa/arquivo): Januário Basílio.

EM FALTA COM IMUNIZANTE DA PFIZER, BARBACENA ALTERA ESQUEMA DE VACINAÇÃO