JOVEM MORRE APÓS SER ALVEJADO POR DISPARO DE ARMA DE FOGO

 

No final de tarde do último sábado(18), por volta das  18h26min, a Polícia Militar registrou uma ocorrência de homicídio no bairro São Benedito, em Conselheiro Lafaiete. Na ação, a vítima (homem, 18 anos) foi alvejada por disparos de arma e, não resistindo aos ferimentos, chegou já sem vida ao hospital regional.

Segundo informações de uma testemunha, inicialmente houve um desentendimento entre o irmão da vítima e um indivíduo identificado (20 anos), ocasião em que o irmão da vítima, estando de posse de um facão, desferiu um golpe na mão do seu adversário. Posteriormente, o indivíduo que fora golpeado, acompanhado pelo autor do homicídio e alguns comparsas, foram até a residência do agressor.

Chegaram ao imóvel em dois veículos, sendo ambos do modelo VW Gol, um de cor azul e o outro de cor branca. No local, não encontraram o agressor, contudo, o autor do homicídio avistou a vítima nas proximidades e, em retaliação ao fato ocorrido, efetuou um disparo de arma de fogo em sua direção. Em seguida aproximou-se e efetuou mais alguns disparos. Logo após, ele e os demais envolvidos evadiram do local.

A vitima foi socorrida por populares e conduzida para o hospital regional, mas já sem sinais vitais. Em rastreamento, a Polícia Militar conseguiu localizar um dos veículos utilizados na ação delituosa, tratando-se do VW Gol de cor branca e placa CQN 2137, o qual foi apreendido e removido ao pátio credenciado.

A Perícia Técnica foi acionada. As buscas ao autor continuam em andamento.

 

PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO / FORAGIDO DA JUSTICA

Na noite de sábado(19), durante operação desarmamento, os Policiais Militares empenhados na operação visualizaram, no bairro São João, um indivíduo em atitude suspeita, sendo que este possui passagens pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e, possivelmente, estaria com Mandado de Prisão em aberto.

Ao realizar abordagem e busca pessoal no suspeito, houve o encontro de um revólver de calibre .38, municiado com seis munições intactas, uma bucha de substância semelhante a maconha e um pino contendo substância semelhante a cocaína. Também em sua posse, foi localizado um aparelho celular que ele alegou não ser de sua propriedade, bem como não soube informar a sua origem.

Em consulta junto ao sistema integrado de defesa social, os Policiais Militares confirmaram haver em desfavor do abordado um Mandado de Prisão em aberto. Assim, ele recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia juntamente com os materiais apreendidos.

 

REPRESSÃO AO TRÁFICO DE DROGAS

No último sábado, dia 18 de fevereiro, às 18h20min, Policiais Militares apreenderam 63 (sessenta e três) pinos contendo substância semelhante a cocaína, 06 (seis) pedras de substância semelhante a crack e 03 (três) buchas de substância semelhante a maconha durante operação antidrogas realizada na rua Adolfo Siqueira. O fato ocorreu quando os Policiais Militares visualizaram uma movimentação suspeita na região, ocasião em que abordaram o menor (15 anos) com o qual foi encontrado todo o material mencionado.

Mediante os fatos, foi dada voz de apreensão ao adolescente que foi conduzido à Delegacia de Polícia acompanhado de um responsável legal e juntamente com as substâncias apreendidas.

No mesmo dia, por volta das 22h16min, durante patrulhamento no evento carnavalesco que ocorreu no Bairro Carijós, os Policiais Militares receberam denúncia sobre a comercialização de drogas por parte de um indivíduo já conhecido no meio policial por diversas denuncias formais e informais de seu envolvimento com a prática ilícita.

Segundo a informação, o denunciado estaria na rua Lopes Franco com a posse de certa quantidade de drogas prontas para serem comercializadas. De imediato, os Policiais Militares deslocaram-se para o local e visualizaram o suspeito que desobedeceu ordem de parada e empreendeu fuga para o interior de um imóvel da região, onde foi perseguido até chegar nos fundos do terreno, sem saída, local em que fez um gesto arremessando um objeto para fora dos limites do terreno, objeto este posteriormente identificado como sendo 04 (quatro) micro tubos contendo em seu interior substancia similar a cocaína.

Abordado e submetido a busca pessoal, foi encontrado em sua posse a quantia de R$ 90,00 (noventa reais). No transcorrer das diligências, os Policiais Militares deslocaram-se até a residência do abordado, onde em contato com a sua genitora, perceberam que esta passou a agir de forma suspeita, visto que a mesma mostrou-se bastante nervosa, dirigindo-se rapidamente à sua residência e somente atendendo a chamada dos Policiais Militares, aproximadamente após vinte minutos, quando apresentou-se bem nervosa e com as mãos molhadas e encobertas com uma espuma que aparentava ser sabão.

Devidamente autorizados, os Policiais Militares realizaram buscas no imóvel e localizaram, no interior de um vaso sanitário, um tablete de substância com odor e características análogas a maconha de tamanho considerável, além de identificarem uma substância que teria sido diluída na água, aparentando ser cocaína e a qual era similar à espuma vista nas mãos da mulher.

Questionada, em princípio ela negou que houvesse dispensado a substância encontrada, porém, acabou confirmando que havia dispensado a substância maconha no vaso sanitário com intuito de evitar o flagrante do filho.

Ante o exposto foi dada voz de prisão em flagrante delito ao abordado (21 anos) e a sua genitora (53 anos), sendo que ambos foram conduzidos à Delegacia de Polícia juntamente com material apreendido para as demais providências decorrentes do caso.

Assessoria de Comunicação Organizacional – 31º BPM- Conselheiro Lafaiete