A Arquidiocese de Juiz de Fora confirmou, na madrugada deste domingo (11), a morte do Monsenhor Antônio Cornélio Viana, 80 anos, e da colaboradora da Paróquia de Nossa Senhora das Estradas, Ilda Maria Nader Araújo, 75 anos. Eles foram vítimas de um acidente registrado na noite de sábado (10) na BR-267, próximo a Penido, comunidade de Juiz de Fora.

Foto: Monsenhor Antônio Cornélio Viana trabalhava na Paróquia Nossa Senhora das Estradas, em Igrejinha (Foto: Arquidiocese Juiz de Fora/Divulgação)

 

Conforme informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista que causou a colisão estava embriagado.

Segundo informou a arquidiocese, os idosos voltavam de uma celebração na comunidade de Penido. A polícia disse que o carro deles seguia em direção a Juiz de Fora quando o outro veículo invadiu a contramão e provocou a batida.

Equipe do Corpo de Bombeiros e Samu socorreram os idosos que foram levados para o Hospital de Pronto Socorro (HPS). Contudo, o padre morreu antes de chegar à unidade. Já a colaboradora morreu em seguida.

O motorista do veículo que causou o acidente teve lesões e também foi levado ao hospital, acompanhado pela polícia. A PRF disse que ele passou pelo teste do etilômetro e foi constatado o resultado de 1,34 mg/l de concentração de álcool no sangue, o que configura crime.

Monsenhor Viana será velado na Catedral Metropolitana de Juiz de Fora, onde será celebrada missa de corpo presente neste domingo (11) às 14h. Após a celebração, seguirá para o Cemitério Nossa Senhora da Glória. Já Ilda Maria será velada e sepultada em Bom Jardim de Minas, cidade natal.

Fotos: Assessoria de Imprensa – 4º Batalhão de Bombeiros Militar/Juiz de Fora.

Fonte: G1 TV Integração