Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Aprendiz

Um conduzido pela Polícia Civil confessou o planejamento de uma explosão a um caixa eletrônico de um banco, na cidade de Antônio Carlos, próxima à Barbacena. Foi assim que policiais civis de Barbacena identificaram, na última sexta-feira (28), um grupo suspeito de cometer roubos a bancos.

Com o depoimento do conduzido, foi possível identificar os suspeitos, suas residências e os locais onde estaria armazenado o material a ser utilizado no crime. Os envolvidos seriam L.D.M., também suspeito de tráfico de drogas em Antônio Carlos; J.D.D.; e J.C.N.. Os dois últimos são residentes de Barroso e são suspeitos de praticar roubos na região. Os três suspeitos teriam se associado a outros três homens, residentes do estado de São Paulo, que informaram que a agência seria um alvo fácil devido à localização afastada e à facilidade de fuga. Estes três seriam os responsáveis pela explosão e pelo fornecimento dos explosivos. Além disso, eles estariam armados com pistolas e fuzis.
Na tarde de sábado (29), foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, com o apoio da Polícia Militar, nas cidades de Barroso (2), Barbacena (1) e Antônio Carlos (1), resultando na apreensão de materiais que seriam utilizados no crime, como pavios, detonadores, maçarico, “miguelitos”, um veículo Gol que teria sido furtado no dia anterior (28) e seria utilizado para o crime, além de um revólver calibre 38, munições e certa quantidade de maconha.

Foram autuados em flagrante delito J.G.M., V.M.N. e A.P.F.. As investigações continuam para a completa elucidação dos fatos e foi feita a representação para prisão temporária dos outros envolvidos.
A operação foi coordenada pelo Delegado de Plantão Milton da Cunha Castro Júnior e contou com a participação de, aproximadamente, 20 investigadores da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Barbacena e do 13º Departamento de Polícia Civil e com o apoio da Polícia Militar.

Fonte: Assessoria de Imprensa – 13º DPPC MG/Barbacena.