Barbacenenses enfrentam dificuldades para estacionar em ruas da cidade.

A falta de vagas para estacionamento  em ruas centrais  dos municípios brasileiros não é um tormento exclusivo das grandes cidades, em Barbacena, cidade com  mais de 135 mil habitantes ,localizada na região do Campo das Vertentes, é um desses centros urbanos onde os motoristas enfrentam  sérios transtornos para se conseguir uma vaga para estacionar.

Com o crescente aumento da frota de veículos todos os anos que ganham as ruas da cidade, muito tem se pensado pelas gestões públicas do município uma forma de minimizar  este problema enfrentado diariamente pelos barbacenenes nas artérias da cidade.  Devido  o traçado das ruas, que na maioria das vezes são estreitas, dificultando  a permissão em estacionar nos dois lados da via pública,  muito motoristas acabam por infringir as leis de trânsito parando em locais proibidos, o que gera multa, perda de pontos na Carteira Nacional de Habilitação-CNH e o risco do veículo ser guinchado e levado para um pátio credenciado pelas autoridades policiais e de estar sujeito ao pagamento da diário do uso do local .

Para finalizar de vez este problema de encontrar vagas para estacionar nas vida da cidade, a Prefeitura de Barbacena estará se reunindo na noite desta segunda-feira(24), às 19 h, no auditório do Hotel Master Plaza, com empresários e comerciantes da cidade, onde apresentará todo o planejamento para a implantação do estacionamento rotativo no município. O convite feito  a classe empresarial foi realizado através da Associação Comercial de Barbacena, da Câmara de Diretores Lojistas e do Sindcomércio.

Em uma outra oportunidade, o município tentou realizar a implantação do rotativo na cidade mas foi impedido de cobrar a taxa de estacionamento por ter sido considerada ilegal  numa ação pública movida pela Defensoria Pública Municipal com o aval do Tribunal de Justiça de Minas  Gerias, que justificaram  pelo fato de que na época, o município não estava  integrado ao SNT- Sistema Nacional de Trânsito, conforme prevê o o artigo 24, inciso X, parágrafo 2º do CTB – Código de Trânsito Brasileiro, que informa que para o município exercer tal competência, é necessário que ele esteja integrado ao SNT, nos termos da resolução do CONTRAM nº 106/99.

A implantação do sistema de estacionamento rotativo é desdobramento da municipalização do trânsito da cidade, que será efetivado após reunião conjunta de representantes da Prefeitura e das forças policiais e militares, programada para acontecer no próximo dia 8 de novembro.

Foto: Januário Basílio