Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

NOSSA, SOU FIBROMIÁLGICA (O) ! E AGORA…

Como posso melhorar minha qualidade de vida?!?!

Somente os remédios vão me ajudar?!?!

Com minhas dores é melhor eu não me esforçar?!?! Devo ficar de repouso o máximo possível ?!?!

Sei que essas dúvidas assombram a sua mente, e tiram o seu sono…claro, unidas à DOR e aos SOFRIMENTOS PSICOLÓGICOS que esta patologia causa… Então vamos mudar isso agora; e melhorar a sua qualidade de vida…

Saiba que o tratamento não se baseia somente em processos medicamentosos. Hoje sabemos que a atividade física é uma das armas que tem auxiliado milhares de Fibromiálgicos a combater suas dores, melhorando suas capacidades físicas e cognitivas. Muitos acham que o repouso absoluto e a minimização de seus movimentos irão afastar a dor, mas estão errados! Quanto menos atividade física seu corpo tiver, mais rápido ele entrará em declínio de suas valências, pois o processo de não-atividade física leva a atrofia muscular e aumento da fraqueza muscular localizada.

Claro que a fibromialgia age de forma específica em cada indivíduo, e isso requer um leitura individual sobre que tipo de exercício físico deve ser direcionado, e em que totalidade de tempo deve ser praticado. Lógico que junto a isso devemos levar em consideração a afinidade do fibromiálgico com a atividade física escolhida. O importante é que este indivíduo ache um atividade física que lhe traga prazer, pois sabemos que não vai ser nem simples e nem fácil no início da sua pratica. Quando se começa uma atividade física é normal pequenos desconfortos musculares remanescentes dos exercícios físicos … E quando se sofre com a fibromialgia com certeza esses desconfortos serão potencializados. Mas, como tudo na vida, devemos persistir e vencer esses pequenos contra tempos pois com certeza se vocês conseguirem agir assim os resultados aparecerão. Não estou falando que será fácil, mas posso dizer que será gratificante para sua saúde e seu corpo agradecerá!

Não importa que seja pilates, musculação, yoga, hidroginástica, Spinning, natação ou outra modalidade…

O importante é que seu corpo tenha os exercícios físicos, pois através dele, hormônios importantes – endorfina, serotonina e dopamina – serão secretados para o seu bem estar. Sua capacidade respiratória, força, resistência muscular, equilíbrio e coordenação serão melhorados, se mantidas em treinamento diário, impedindo assim o seu declínio funcional.

Os estímulos que os exercícios físicos proporcionam, melhoram não só as funções físicas, como também as psicológicas. O indivíduo tem a melhora da sua autoestima e a socialização com outros indivíduos, diminuindo o quadro de auto reclusão que a grande maioria se impõe.

Peço a vocês que se permitam experimentar… Que deem a chance do exercício físico mudar sua vida para melhor, e utilizem essa arma, junto com a medicação no combate dos sintomas desta doença, que tenta destruir suas vidas e alegrias.

Não deixe para amanhã! converse com seu Reumatologista sobre esta nova fase que irá começar em sua vida e procurem à orientação de um profissional de educação física que tenha conhecimento sobre esta patologia!

Fotos: Rita Costa realizando atividades físicas.

Prof° Willian Fernandes de Souza / Consultor Voluntário em Exercícios para Fibromiálgicos na Abrafibro! Consultor e palestrante no Renascer GAIF / Barbacena