Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

Comitê mantém região Centro-Sul e outras nove regiões na onda vermelha 

Durante reunião do Comitê Extraordinário Covid-19, realizada nesta quarta-feira (20/1), definiu por manter a região Centro-Sul e outras nove regiões na onda vermelha do Minas Consciente, plano criado pelo Governo de Minas para retomada gradual e segura das atividades econômicas no Estado face a pandemia causada pelo novo coronavírus. Também ficou definido a manutenção de três regiões na onda amarela e do Triângulo Sul na onda verde.

De acordo com o Comitê, as regiões  Oeste, Centro, Jequitinhonha, Leste, Leste do Sul, Nordeste, Vale do Aço, Sudeste, Sul e Centro-Sul (composta pela microrregiões de Saúde de Barbacena, Congonhas, Conselheiro Lafaiete e São João del Rei), permanecem na onda vermelha, a mais restritiva do Minas Consciente, em que somente os serviços considerados essenciais são permitidos, como por exemplos: supermercados, padarias, lanchonetes, lojas de conveniência, restaurantes e bares (somente para delivery ou retirada no balcão); açougues, peixarias, farmácias, lavanderias, pet shop, entre outros.

Ainda segundo o Comitê, a justificativa para manter as dez regiões na onda vermelha foi devido ao aumento de 19% na taxa de incidência do coronavírus em Minas Gerais na última semana.

As regiões Norte, Noroeste e Triângulo do Norte permanecem na onda amarela, quando são autorizados alguns serviços considerados não essenciais, como bares (com consumo no local) e salões de beleza. Apenas a macrorregião Triângulo Sul permanece na onda verde, com a permissão de funcionamento de atividades não essenciais com alto risco de contágio, como cinemas, parques e teatros.

A região Triângulo do Sul permanece na onda verde do Minas Consciente. Essa fase possibilita a abertura de serviços não essenciais com alto risco de contágio, como por exemplos: atividades artísticas, como produção teatral, musical e de dança e circo; cinemas, bibliotecas, museus, arquivos; parques,  entre outros…

As regiões Norte, Noroeste, e Triângulo do Norte estão na onda amarela, fase na qual é permitida a abertura de serviços não essenciais, como por exemplos: bares (consumo no local);  autoescolas e cursos de pilotagem;  salões de beleza e atividades de estética; comércio de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo; entre outros..

As recomendações, válidas a partir do próximo sábado (23/1), visam controlar o avanço da doença e fazem parte das orientações para a retomada segura e gradual das atividades econômicas.

Foto: Agência Minas.

Leia também:

PROFISSIONAIS DA SAÚDE DE BARBACENA RECEBEM 1ª DOSE DA VACINA CONTRA COVID-19