Coral Canarinhos de Itabirito apresenta concerto no MM Gerdau

Em uma edição especial de Natal, o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal recebe no dia 21 de dezembro, às 18h, os Canarinhos de Itabirito. O coral apresentará o concerto “Änima”, que desde novembro vem percorrendo as cidades de Itabirito, Ouro Preto, Mariana, Ouro Branco e Congonhas, com o apoio da Gerdau.

O nome “Änima”, que significa a nossa alma, foi inspirado na canção de Milton Nascimento e Zé Renato, e convida o público a fazer uma viagem ao seu interior, um mundo invisível e espiritual que temos escondido em nós. Para celebrar o Natal, o coral Canarinhos de Itabirito preparou um trajeto musical com os mais diversos idiomas e estilos, interpretando os tradicionais cantos natalinos em polonês, dialetos africanos, folias de reis, gospels, cantatas e outros.

Com um histórico de 44 anos, os Canarinhos de Itabirito, coro infanto-juvenil filiado à Federação Internacional de Pueri Cantores, já se apresentou em dez estados brasileiros e, também, no Chile. Patrocinado pela Gerdau, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, o projeto tem como maestro Éric Lana e é composto por jovens músicos com idades entre 10 e 25 anos. Mais informações no site www.canarinhosdeitabirito.org.br ou pelos telefones (31) 3561-3869 ou (31) 3516-7200 (MM Gerdau).

MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal

Com 18 áreas expositivas e 44 atrações, o MM Gerdau abriga um importante acervo sobre mineração e metalurgia. Usa recursos tecnológicos para destacar, de forma lúdica e interativa, a importância dos metais e minerais no cotidiano das pessoas. Além disso, marca a relação entre a história e as expressões culturais de Minas Gerais com a riqueza de seus recursos naturais. O Museu foi aberto ao público em 22 de junho de 2010 e desde 1º de dezembro de 2013 está sob a gestão da Gerdau, líder no segmento de aços longos das Américas e uma das principais fornecedoras de aços especiais no mundo. O MM Gerdau integra o Circuito Liberdade e ocupa o antigo edifício da Secretaria de Estado da Educação, inaugurado em 1897 e tombado pelo Iepha/MG. O projeto de ampliação e adequação do prédio é do arquiteto Paulo Mendes da Rocha. A museografia é assinada por Marcello Dantas.

Fonte: Relacionamento com a Imprensa/Gerdau.