Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

Enxame de abelhas ataca animais e causa transtornos a moradores

Militares do Corpo de Bombeiros compareceram na manhã desta segunda-feira (20/07), para retirar um enxame de abelhas, da espécie “europeia”, que haviam atacado um cão da raça pastor alemão, causando transtornos a moradores no bairro Roman, em Barbacena.

No local, os bombeiros verificaram que as abelhas se encontravam no alto do sótão da residência da solicitante, entretanto devido ao forte calor as abelhas estavam bastante agitadas e algumas delas conseguiram fugir e atacaram o cão da raça pastor alemão, de propriedade da moradora, o qual ficou bastante ferido pelas picadas dos insetos. As abelhas atacaram ainda, cerca de 30 galinhas de propriedade de uma vizinha. Felizmente nenhum dos animais tiveram maiores problemas, a não ser as ferroadas das abelhas.

Como as abelhas encontravam-se bastante agitadas, os bombeiros tiveram que utilizar água do caminhão de combate a incêndio onde fizeram jatos em formato de “neblina” (chuva),  dispersando a maioria dos insetos.

Ficou acordado  com a moradora, que na noite de hoje os bombeiros retornarão ao local e farão a captura do enxame por ser o horário amais recomendado para realizar tal serviço umas vez que os insetos ficam menos agitados e o risco de ataque a moradores e a animais é bem menor.

 

Dicas do Corpo de Bombeiros

O calor e a florada influenciam no surgimento de enxames itinerantes e no aumento do número de insetos nas colmeias. O calor também deixa as abelhas, vespas e marimbondos mais agitados e agressivos.

Para evitar problemas, o Corpo de Bombeiros Militar recomenda:

-Evite movimentos bruscos e excessivos quando próximo a colmeias;

-Não grite, pois as abelhas são atraídas por ruídos, principalmente os agudos;

-Evite operar qualquer máquina barulhenta próximo a colmeias;

-Examine a área de trabalho antes de usar equipamentos motorizados;

-Ensine as crianças a se precaverem e não matarem as abelhas, vespas ou marimbondos;

-Se for atacado, proteja o pescoço e o rosto das picadas, com a ajuda de uma camisa ou outra vestimenta. Se a ferroada ocorrer na cabeça e/ou pescoço, procure imediatamente auxílio médico;

-Pessoas alérgicas a picada de insetos devem evitar caminhadas em áreas de mata, pois, para quem é sensível à peçonha, apenas uma picada pode ser suficiente para gerar um choque anafilático;

-Caso seja alérgico a picadas, pergunte ao seu médico o que fazer; Geralmente recomenda _se o uso de histamínicos ou antialérgicos.

-Caso alguém seja picado, é importante que se faça a remoção imediata dos ferrões, pois eles continuam liberando peçonha gradativamente. A sua retirada interrompe esse processo;

-Após a picada, a abelha perde seu ferrão e a bolsa de peçonha e morre. Contudo, o mesmo não se aplica às vespas e marimbondos: após uma picada, eles estão prontos para atacar novamente;

-Em casos de formação de colmeias em residências, o proprietário deve acionar uma empresa de apicultura especializada para a remoção do foco. Nos casos mais críticos, acionar o Corpo de Bombeiros.

cbmmg-02

Fonte: 2ª Cia. Ind. de Bombeiros Militares.

Leia também:

CONDUTOR FOGE DE ABORDAGEM POLICIAL E ACABA DETIDO PELA PM EM BARBACENA