Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

Governo de Minas fecha parques estaduais e unidades de conservação durante o carnaval

Determinação segue diretrizes do Comitê Extraordinário Covid-19 que suspenderam a folia para prevenir o contágio pelo novo coronavírus.

Os parques estaduais e as unidades de conservação administradas pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) ficam fechados para visitação a partir desta sexta-feira (12) até a Quarta-feira de Cinzas (17).

Entre os parques estaduais estão, por exemplo, a Serra do Rola Moça, em Brumadinho, a Serra do Cipó, em Santana do Riacho, e Ibitipoca (foto/capa), no distrito de Conceição do Ibitipoca, em Lima Duarte.

A determinação, válida para o período do carnaval 2021, segue as diretrizes do Comitê Extraordinário Covid-19, do governo de Minas Gerais, que suspendeu a folia neste ano para prevenir o contágio pelo novo coronavírus.

Além do cancelamento das festividades, a norma também diz que não haverá ponto facultativo para os servidores estaduais durante o carnaval.

As unidades de conservação voltam a funcionar na quinta (18), seguindo os protocolos de segurança contra a Covid-19, conforme a situação do município onde estão localizadas, no plano Minas Consciente.

 

Restrições

Atualmente, as 93 unidades de conservação gerenciadas pelo IEF funcionam com regras sanitárias de prevenção à Covid-19, conforme estabelecido na última atualização do Minas Consciente, no dia 27 de janeiro.

A reformulação autorizou o funcionamento de serviços não essenciais, entre eles, atividades turísticas, eventos, atrativos culturais e naturais.

A visitação fora do período de carnaval deve ser realizada com limitação de capacidade. Na onda vermelha, os parques podem receber até 50% da capacidade, 75% na onda amarela e 100% na onda verde, considerando a microrregião ou as deliberações municipais, caso sejam mais restritivas.

No caso das unidades com grutas são adotados, também, critérios de limitação do número de pessoas com acesso aos locais.

Fonte: G1 Minas Gerais/foto:Dimas Stephan.

Leia também:

MACRORREGIÃO CENTRO-SUL AVANÇA PARA ONDA AMARELA DO MINAS CONSCIENTE