Net Rosas Banner Grande
Unimed Banner Grande
BQHost Banner Grande
Aprendiz

Lotes investigados da cerveja Backer são recolhidos na Vigilância Sanitária em JF

Os lotes da cerveja Backer investigados pela Polícia Civil estão sendo recolhidos na Vigilância Sanitária em Juiz de Fora. A informação foi confirmada ao G1 nesta segunda-feira (13) pela Secretaria de Saúde do município.

Em nota, a Secretaria de Saúde do município informou, que até a última atualização desta reportagem, não recebeu orientação da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) para recolher o produto.

Entretanto, a pasta orienta aos consumidores de Juiz de Fora, que compraram a mercadoria, pertencente aos lotes L1 1348 e L2 1348, que levem as garrafas até o prédio do Departamento de Vigilância Sanitária, que fica na Rua Antônio José Martins, 92, no Bairro Morro da Glória.

Outra opção é ver a possibilidade de trocar o produto. O G1 entrou em contato com o Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) para saber como o consumidor deve fazer nesta situação.

Conforme o Procon, os consumidores que tiveram a cerveja nos lotes específicos, devem ir a agência, localizada na Avenida Presidente Itamar Franco, 992, para fazer o registro da reclamação informando a quantidade de bebida comprada.

Ainda segundo o órgão, a demanda será encaminhada ao Ministério Público (MP) que definirá futuras deliberações.

 

Investigações

Em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, a Polícia Civil informou que, o resultado de exames realizados no paciente Paschoal Dermatini Filho, de 55 anos, que morreu em Juiz de Fora, em decorrência da síndrome nefroneural, revelaram a presença da substância dietilenoglicol no sangue.

A substância também foi encontrada na cerveja Belorizontina, da empresa Backer, que Paschoal havia consumido. Além do dietilenoglicol, a Perícia Técnica também encontrou a substância monoetilenoglicol nas bebidas de três lotes.

Outro caso também é suspeito em Viçosa. Uma paciente, do sexo feminino, deu entrada no hospital São João Batista, na última quinta-feira (9).

Na sexta-feira (10), o Executivo notificou o caso a Superintendência de Saúde. Até a última atualização desta reportagem, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), não havia recebido a notificação de Viçosa.

Entretanto, em entrevista coletiva à imprensa nesta segunda-feira, a Polícia Civil comunicou que a paciente foi incluída no inquérito que investiga o caso.

Fonte: G1 Zona da Mata/foto(reprodução): Prefeitura de JF.

Leia também:

SETRAM COMUNICA O DESLIGAMENTO PROVISÓRIO DE SEMÁFOROS NA REGIÃO DA APEC

BQHost Banner Grande 2