Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Aprendiz

Na Onda Verde,  bares e restaurantes funcionarão apenas na modalidade delivery

Barbacena, assim como toda Macrorregião Centro Sul, avançará para a Onda Branca do plano Minas Consciente. A decisão de mudança de onda foi tomada pelo Comitê Extraordinário Covid-19 do Estado. Em Barbacena, ainda nesta sexta-feira, dia 10, será publicado Decreto Municipal autorizando a ser seguida, a partir de sábado, dia 11, a Onda Branca.

Com o avanço para a Onda Branca, as atividades econômicas liberadas são antiguidades e objetos de arte; armas e fogos de artificio; artigos esportivos e jogos eletrônicos; produtos agrícolas, plantas e floriculturas; móveis, tecidos e afins; formação de condutores e outras atividades assessórias (jurídicas; contabilidade, consultoria e auditoria contábil e tributária; consultoria em gestão empresarial; serviços de escritório e apoio administrativo).

Porém, na Onda Verde aconteceram alterações nas regras para funcionamento de bares e restaurantes, que agora estão autorizados somente para servir refeições e lanches nas modalidades delivery e retirada no local.

Com a mudança, o setor passa a trabalhar seguindo o texto que diz “Não permitir o consumo de alimentos e bebidas no estabelecimento ou na porta do mesmo, dessa forma, mesas e cadeiras devem estar fechadas ou lacradas; Fica proibido o serviço de self service, bem como rodízio, e atendimento em mesa (adotar apenas a entrega de marmitex); Determinar funcionários para servirem a comida aos clientes de forma individual, respeitando a distância mínima de 2 metros de distância; Suspender o auto serviço de pães e similares com a proibição do cliente em servir o próprio pão, cabendo ao colaborador servir e embalar o produto solicitado”.

O avanço à Onda Branca na região foi justificado pelo Comitê Extraordinário Covid-19 do Estado através dos números apresentados. Enquanto em Minas Gerais, foram registrados 60897 casos, com 1282 óbitos, uma letalidade de 2,11%, incidência por 100 mil habitantes de 237,7 e mortalidade por 100 mil habitantes de 6,1; na Macrorregião Centro Sul, foram 1417 casos, 33 óbitos, letalidade de 2,33%, incidência por 100 mil habitantes de 179,1 e mortalidade por 100 mil habitantes de 4,2.

Ainda com relação às ações de combate ao novo coronavírus, o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS/MG) informou que, através de liminar, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) determina que todos municípios mineiros deverão estar vinculados ao Minas Consciente ou atendendo a Deliberação Nº 17 do Comitê Extraordinário Covid-19.

Fonte: Prefeitura de Barbacena/foto (arquivo): Januário Basílio.

Leia também:

9º BPM, O SENTINELA DA MANTIQUEIRA, COMPLETA NESTA SEXTA 88 ANOS DE CRIAÇÃO