Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

PM  prende traficantes de drogas durante operação policial em Barbacena. 

Durante realização de rádio patrulhamento na última sexta-feira (18), equipes do Tático Móvel receberam uma denúncia anônima dando conta de que dois homens, de 22 e 29 anos, estariam negociando a comercialização de meia barra de maconha, e que estes, utilizariam de motocicletas para fazer  as entregas de entorpecentes.

De posse das informações, foi desencadeada uma Operação Batida Policial pelas guarnições Tático Móvel para localização dos denunciados, oportunidade em que uma das equipes visualizaram em uma rua do bairro Nova Cidade,  um dos denunciados, (de 29 anos) com uma sacola em um dos punhos trafegando em uma motocicleta em sentido oposto da viatura, momento em que foi dada ordem para que este parasse e fosse realizada a abordagem policial, o qual não acatou a ordem, empreendendo fuga, tendo a equipe policial o perdido de vista enquanto manobrava a viatura,  sendo o fato comunicado via rede rádio e iniciado intenso rastreamento por todas as equipes, visando a localização do autor.

Durante a realização do rastreamento, quando uma das equipes policiais passava pela Praça Nossa Senhora da Penha, depararam com um dos denunciado, de 22 anos, juntamente com um outro cidadão, também de 22 anos, trafegando em uma motocicleta,  sendo de imediato procedida a abordagem policial. Durante buscas pessoal foi localizado com um dos suspeitos escondida dentro do bolso pequeno de uma pochete uma bucha de substância análoga a maconha, em outro bolso foi localizada a quantia de R$ 205,00 (duzentos e cinco reais) em notas diversas e um aparelho celular marca Samsung, cor preta.. Já com o outro abordado foi localizado a quantia de R$50,00 (cinquenta reais) e um aparelho celular marca Samsung,cor branca.

Em prosseguimento, foi procedida buscas na motocicleta, onde foi encontrado escondido sob o banco do veículo, sete pinos vazios de eppendorf, comumente utilizado para acondicionamento de cocaína, uma porção de substância análoga a pasta base de cocaína, um tablete pequeno de substância semelhante a maconha, um estilete e uma faca, ambos com resquícios de entorpecentes.

Questionados sobre para onde seguiam com o veículo e a origem do entorpecente, os acusaram entraram em contradição e apresentaram versões diferentes dos fatos. Ao serem questionados individualmente, um dos envolvidos confessou ser o proprietário do materiais ilícitos encontrados durante a abordagem, os quais haviam sido comprados instantes antes da abordagem policial de um cidadão conhecido no meio policial e morador do Bairro Nossa Cidade. Disse ainda, que todo o material seriam para a comercialização. Questionado sobre a existência de meia barra de maconha, ele disse que teria escondido a droga em uma sacola branca, juntamente com uma balança de precisão, no quintal de uma casa no Bairro Nova Cidade, porém se negou a confirmar de quem ele havia comprado, informando apenas que pagou a quantia de R$700,00 (setecentos reais) pelo entorpecente.

Já o outro abordado, confessou seu envolvimento com o tráfico e disse que sabia da existência das drogas, e que ajudaria seu comparsa na venda dos entorpecentes.

Posteriormente os militares foram até a residência onde as drogas e a balança de precisão estariam enterrada no quintal do imóvel, sendo localizado somente a balança.

Foram realizadas diversas diligências que culminaram no levantamento de que o irmão do acusado, após ir no local da abordagem policial e presenciar que seu irmão havia sido conduzido pelos militares, deslocou até o imóvel onde fez  a moradora para que retirasse a droga que estava enterrada naquele local.

Em continuidade ao rastreamento, os militares depararam com o autor  de 29 anos, o qual no início da ocorrência conduzia uma motocicleta e havia desobedecido a ordem de parada solicitada pela equipe policial, sendo ele submetido a busca pessoal e localizado em sua posse a quantia de R$ 236,00 (duzentos e trinta e seis reais) em notas diversas e um aparelho celular marca Apple. Ao ser questionado sobre o motivo de ter evadido da guarnição e o que estava transportando dentro da sacola, ele não soube explicar o motivo de não ter parado, alegando apenas que não desobedeceu a ordem de parada emanada pela PM, e que dentro da sacola haviam objetos pessoais. Ao ser questionado sobre a denúncia, novamente negou sua participação e informou apenas que realmente ficou sabendo que o outro acusado (autor da droga) estava a procura de peso de maconha para a revenda, mas que não foi ele quem forneceu.

Diante do exposto foi dada voz de prisão aos autores, os quais foram conduzidos para a delegacia de polícia, juntamente com os entorpecentes e dinheiro apreendidos.

Face ao uso do veículo na prática irregular de venda de entorpecentes, a motocicleta foi apreendida e recolhida ao pátio credenciado.