Durante entrevista concedia ao programa Contato Direto da Rádio Sucesso FM, na manhã desta terça feira (29), o Prefeito de Barbacena, luis Álvaro Abrantes Campos, comentou sobre os “boatos” que rondam pelas redes sociais, dando conta sobre a possibilidade de aumento no valor do preço das passagens do transporte coletivo da cidade, e ainda, de que o valor já estaria definido em R$ 4,00.

Ao inciar a entrevista de um tema bastante polêmico que é envolve um aumento no valor de passagens, Luis Álvaro foi logo se descontraindo quando um dos entrevistador lhe perguntou sobre as possibilidades de um amento repentino nas passagens: “Eu gosto muito de utilizar ditos  popular em minhas falas, e  ás vezes costumo dizer que;  “pedir todo mundo pode pedir algo… eu posso ti pedir qualquer coisa, mas isso não quer dizer que é porque lhe  pedi algo que vou ser atendido,” descontraiu Luís Álvaro, quando o entrevistado comentou sobre o envio de proposta da concessionária do transporte coletivo, pedindo o reajustes nas passagens.

Durante pouco mais de 15 minutos, o tema da entrevista ficou com o foco concentrado no transporte coletivo. Entre as questões abordadas  por Luís Álvaro, foi sobre o que se refere ao contrato de concessão,  o qual afirmou que estaria analisando com bastante cautela sobre a justificativa para o aumento, e ainda, observar se a prestadora do serviço estaria de fato cumprindo com as obrigações contratuais, e mesmo assim, ainda que esteja, ele vai exigir da empresa, uma planilha contendo os gastos reais com a manutenção dos coletivos para justificar o valor desejado. “Não estou aqui afirmando que de que não concederei reajustes, apenas quero poder fazer as observações necessárias, e avaliar o que de fato seja justo para os dois lados, ou seja; o que é bom para a empresa e do que seria bom para a população de um modo geral”, comentou.

Ainda sobre os “boas nas redes sociais”, o prefeito destacou sobre o papel importante que as redes sociais exercem na vida social e cultural de qualquer cidadão, seja em Barbacena ou em qualquer parte do mundo, e quando ela é utilizada  para o bem eu acho muito bacana, mas quando utilizada para o mal, se torna complicada. O que me aborrece é ver certos comentários de pessoas afirmando que a passagem vai aumentar no próximo domingo(…)  e que o valor seria de R$ 4,00. Então, foi por este motivo que estou aqui, para tranquilizar a população e esclarecer de vez alguns pontos levantados pelas redes sociais, e o que posso  dizer que ainda não se tem nada previsto em relação ao aumento no valor das passagens,  embora exista um contrato executado, licitado firmado na gestão anterior com clausulas contratuais e dentre elas, a previsões de aumento anual das passagens, porém, estou avaliando cada uma delas, é um direito meu analisá-las, e é o que vou fazer antes de tomar qualquer decisão,” disse.

Os problemas enfrentados  cotidianamente pela população de Barbacena que utiliza o transporte coletivos, estão relacionados  dentre outras questões, a precariedade do veículos, a redução no quadro de horários realizada recentemente pela prestadora do serviço, além de superlotação em determinadas linhas, como por exemplo, a que serve ao distrito de Correia de Almeida, caso este, muito questionado pela população local. Outra questão levantada pelos usuários, estão ligadas na distribuição dos itinerários, onde determinadas vias públicas chega a ser atendida por ate duas ou três linhas de ônibus, e enquanto outras, se quer são atendidas por este serviço. ainda tem que se levar em conta, sobre a insuficiência de veículos com a acessibilidade para os cadeirantes, e nem todos os ônibus que estão com o adesivo sinalizando a acessibilidade, de fato possui este mecanizo a serviço desta população.

Vale ressaltar  que a última adequação realizada no sistema de distribuição das linhas urbanas, aconteceu no final da década de 80, época  em que  foi implantado na cidade o sistema bairro-centro-bairro, onde neste sistema por exemplo; um usuário que mora no bairro Exposição e precisa se deslocar até o bairro Nova Suíça, ele pode optar por seguir viagem em um único coletivo e pagando apenas uma passagem sem precisar desembarcar no centro, Enquanto que no sistema antigo, apesar de algumas linhas nunca ter passado por essa adequação permanecendo no sistema de quando foi criada, ou seja; bairro/centro, o passageiro pode ter que utilizar até dois coletivos para ter acesso ao local de destino,como  por exemplo; no caso de um usuário que mora no bairro Santa Cecília e pretende seguir em direção a rodoviária, atualmente ele tem que fazer uso de dois coletivo e gastando duas passagem para chegar ao Terminal Rodoviário. E numa readequação das distribuição de linhas, este problema poderia ser resolvido ou amenizado se colocado em prática o sistema bairro-centro-bairro.

É bom ressaltar, que o último reajuste  concedido no valor das passagens do transporte coletivo da cidade, aconteceu no dia 29 de outubro de 2016, quando naquele período, passou de R$ 2,70 para os atuais R$ 3,10.

Foto: Januário Basílio.