Net Rosas Banner Grande
Unimed Banner Grande
BQHost Banner Grande
Aprendiz

Apartamentos do Minha Casa Minha Vida serão construídos em Congonhas

A Prefeitura de Congonhas e a RDR Engenharia e Empreendimentos LTDA firmaram, nesta terça-feira, 10 de setembro, o contrato de venda de uma área de 77 mil m², localizado no bairro Campinho, para construção de moradias das faixas 1.5 (para famílias com renda mensal de R$ 1.801,00 a 2.600,00 mil) e Faixa 2 (para famílias com renda mensal de R$ 2.601,00 até  R$ 4.000 mil) do Programa Minha Casa Minha Vida. Os apartamentos irão possuir padrão similar aos do empreendimento do Minha Casa Minha Vida da Vila Ventura. O valor de cada unidade irá girar em torno de R$ 120 mil. O projeto prevê ainda uma área comercial. A empresa, que é a mesma que construiu prédios de apartamento na saída de Ouro Branco para Ouro Preto, venceu o processo licitatório da modalidade leilão realizado pelo Município de Congonhas e já está concluindo o levantamento topográfico do terreno. Em seguida, será feito o projeto arquitetônico para que seja submetido à análise da Caixa Econômica Federal, a fim de ser enquadrado neste programa habitacional do Governo Federal e também à análise da Prefeitura. O banco estatal faz também a análise das fichas cadastrais dos interessados em adquirir os apartamentos.

De acordo com Wagner Leão França, proprietário da RDR Engenharia e Empreendimentos LTDA, o número de apartamentos irá depender do levantamento topográfico. A tendência é para que a construção aconteça em etapas, o que representará ganho em agilidade e facilitará a comercialização das moradias. “Se Caixa e empresa fazem um contrato para todo o empreendimento, é preciso comercializar muitos apartamentos de uma só vez, e isso pode demorar. As empresas estão fazendo assim: Se são 450 apartamentos, por exemplo, precisamos fazer módulos independentes de cerca de 150 unidades, com toda a infraestrutura, inclusive área de lazer. Inaugurado primeiro módulo, a Caixa então libera a construção de outro”, explica.

A faixa de renda do interessado precisa se encaixar no limite estabelecido pela Caixa ou outro banco que fizer o financiamento. Em Congonhas, a renda per capita é bem superior à média da de outras cidades do interior onde a empresa atua. Isso torna a aprovação pela instituição financeira mais provável e o processo anda mais rápido.

O secretário de Habitação da Prefeitura de Congonhas, Nivaldo Dutra, diz que, além de atender a toda a parcela da população que se enquadre nos critérios estabelecidos para estas faixas do Minha Casa Minha Vida, esta iniciativa da Prefeitura tem mais um objetivo: “Pretendemos atender também os servidores públicos que ainda pagam aluguel. A Caixa é o financiador natural, mas estamos procurando outros bancos que estejam interessados em oferecer financiamento”.

A intenção da Prefeitura e da RDR Engenharia e Empreendimentos LTDA é que haja rapidez nos trâmites legais para que, havendo agilidade por parte da Caixa e das concessionárias CEMIG e COPASA, em seis meses aproximadamente, a obra possa ter início. “Este tempo vai coincidir com o término do período de chuvas, que é o ideal, porque não há como fazer terraplenagem durante com o terreno encharcado. Começando em março, estaremos entregando o primeiro módulo no final do ano que vem”, prevê Wagner Leão França.

A Prefeitura de Congonhas está aguardando a definição do Governo Federal em relação aos apartamentos da Faixa 1, para que sejam atendidas também aquelas famílias com renda de até R$ 1.800,00.

Fonte: Prefeitura de Congonhas.

Leia também:

FESTA DO CAFÉ COM BISCOITO MOVIMENTA SÃO TIAGO, NA REGIÃO DAS VERTENTES

BQHost Banner Grande 2