Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Aprendiz

MEC dá inicio as inscrições para o Enem 2020 nas modalidades impressa e digital.

Estudantes de todo o país poderão entrar hoje (11/05), a partir das 10h, na página do Enem na internet para efetivar a inscrição em uma das duas modalidades da prova: digital ou tradicional.

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 ficarão disponíveis até o dia 22 de maio. Serão ofertadas 100 mil vagas para a nova modalidade digital, os demais participantes deverão realizar a prova tradicional impressa.

Além dos dados tradicionais de identificação, este ano o candidato deve enviar também uma foto digital recente que será usada no sistema de reconhecimento no ato da prova. Depois de inscrito, o participante precisa pagar uma taxa de R$ 85 até o dia 28 de maio, sob o risco de ter o seu cadastro suspenso em caso de não pagamento.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), todos os participantes que se enquadrarem nos perfis especificados nos editais, mesmo sem o pedido formal, terão isenção da taxa.

A regra vale tanto para os participantes que optarem pelo Enem impresso quanto para os que escolherem o Enem digital e se aplica, inclusive, aos isentos em 2019 que faltaram aos dois dias de prova e não tenham justificado ausência.

O Enem terá duas modalidades em 2020 pela primeira vez. A prova tradicional está programada para acontecer entre os dias 1º e 8º de novembro, enquanto que a versão digital, antes prevista para outubro, foi remarcada para os dias 22 e 29 de novembro.

Cada participante deverá indicar uma única modalidade no ato da inscrição.

A estrutura dos dois exames será a mesma. Serão aplicadas quatro provas objetivas, constituídas por 45 questões cada, e uma redação em língua portuguesa. Durante o processo de inscrição, o participante deverá selecionar uma opção de língua estrangeira – inglês ou espanhol.

O resultado do Enem é usado atualmente como forma de seleção para estudar em instituições públicas (Sisu), como forma de concessão de bolsas de estudo em universidades particulares (ProUni), como critério de liberação de crédito estudantil (Fies) e também como passaporte para estudar em diversas faculdades em Portugal e em outros países.

Fonte: Mayk Souza/Foto(reprodução):i Internet.

Leia também:

CONTRIBUINTE QUE NÃO PAGOU IPVA 2020 PODE PARCELAR IMPOSTO EM ATÉ 12X