Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Aprendiz
Banner grande BQHost 2

Coronel Aviador Lucas  assume Chefia na Divisão de Ensino da EPCAR, em Barbacena

Em solenidade realizada no Salão Nobre da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), na manhã de manhã da última sexta-feira (26/02), foi realizado apresentação dos militares recém-transferidos para Barbacena (MG) e, também, a despedida do Coronel Aviador Mauro Henrique Monsanto da Fonseca e Souza, que está seguindo para Brasília. Respeitando os protocolos sanitários exigidos para eventos desta natureza, o Comandante da EPCAR, Brigadeiro do Ar Paulo Ricardo da Silva Mendes recebeu apenas os homenageados e seus respectivos chefes.

A carreira militar é envolta de várias particularidades e, por isso, os militares são considerados uma “classe especial”, como apresenta o art. 3° do Decreto-Lei n° 9.698, de 2 de setembro de 1946. Uma destas peculiaridades é a transferência para regiões e localidades visando ao atendimento das necessidades administrativas do Comando da Aeronáutica (COMAER) e o consequente cumprimento das missões institucionais de cada organização militar. Assim, é possível que um militar, durante sua carreira, atue em várias unidades da Força Aérea Brasileira (FAB) espalhadas por todo o Brasil e, também, no exterior.

A EPCAR será o novo local de trabalho do Coronel Aviador Rômulo Coutinho Lucas. Oriundo da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), sediada no Rio de Janeiro (RJ), o oficial agora será o novo Chefe da Divisão de Ensino da Escola. Em março de 1987, o militar iniciou sua carreira aqui mesmo, na EPCAR, e agora, juntamente a equipe docente administrativa e pedagógica do setor, será o responsável por liderar toda a estrutura de ensino dos integrantes do Curso Preparatório de Cadetes do Ar (CPCAR). “Estar nesta função é um privilégio que a Força Aérea me concede após mais de 34 anos de serviço, ao poder voltar à Escola que foi o berço da minha iniciação profissional como oficial aviador. Chefiar este pilar é uma oportunidade pois nunca havia trabalhado na área de ensino, onde poderei me desenvolver e enfrentar estes desafios que a pandemia tem trazido a todos nós e que a Escola já vem gerenciando tão bem. Apesar de haver passado 34 anos de meu  ingresso, o sentimento é o mesmo, aquela vontade de vencer, de fazer correto, de progredir, de desenvolver, de liderar. Quando passamos pelo portão principal novamente, todo o sentimento de meus tempos como aluno se afloram na vontade de que os alunos também tenham esse mesmo sentimento ao concluir o curso aqui e realizarem os seus sonhos”, afirmou.

O Coronel Monsanto também experimentará a transferência de localidade, seguindo agora para o Ministério da Defesa e deixando o cargo de chefe da Divisão de Ensino, que ocupava desde julho de 2019. Emocionado, o oficial externou sua satisfação em poder contribuir para o cumprimento da missão institucional da “Nascente do Poder Aéreo”, como é conhecida a EPCAR, escola esta que o acolheu, como aluno, no ano de 1986. “Esse período foi muito importante, pois, pela primeira vez na minha carreira, trabalhei na área de ensino e esta área é bastante motivadora e agregadora. Conseguimos desenvolver várias ferramentas que vão ao encontro da nova legislação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). E, pra mim, em especial, foi uma satisfação muito grande e uma honra, após 35 anos de serviço ativo, concluir este ciclo na mesma escola onde iniciei minha carreira. Foi um momento onde pude retribuir à Força Aérea e, em especial à EPCAR, tudo o que ela me projetou como pessoa, como profissional, como ser humano… então, este foi um momento muito gratificante pessoalmente e profissionalmente”, enfatizou.

Durante sua fala, o Comandante da EPCAR direcionou suas palavras aos homenageados, destacando a importância do trabalho de cada um recém-chegado, para que possam contribuir de maneira que a Escola continue exercendo suas atividades, da importância de cada um no cumprimento da missão coletiva que deve ser cumprida e, ao Coronel Monsanto, que se despede da instituição, proferiu palavras de agradecimento, destacando o incansável trabalho do mesmo à frente da Divisão de Ensino, juntamente a sua equipe, na modernização do ensino e na implementação de medidas para que se continuasse o ano letivo, mesmo em meio a pandemia que nos assola. “Gostaria que esse momento fosse realizado perante a todo o nosso efetivo, com nossa tropa formada, todavia, o atual cenário nos impede. Contudo, mesmo sendo um momento mais simples, não tira todo o seu significado. Servir na EPCAR, como em qualquer outra unidade, tem suas particularidades e seus desafios. Devemos trabalhar diariamente para que os nossos alunos possam realizar seus sonhos e saírem daqui preparados. A formatura dos alunos também é o momento de cada um de nós. Aos que chegam, sejam muito bem-vindos e contamos com a dedicação de vocês na certeza de que contribuirão muito. Ao Coronel Monsanto, sinta-se orgulhoso pelo trabalho que realizou na EPCAR. Com várias dificuldades já existentes, a pandemia nos trouxe desafios que nenhum de nós conhecíamos. Você conduziu de forma brilhante e com uma excelente capacidade de liderança, antecipando aos possíveis problemas e trazendo soluções para questões que estavam obscuras, sempre com os olhares e com as ações voltadas para uma melhor formação de nossos alunos. Assim, lhe agradeço muito pela maneira como você se portou e o Ministério da Defesa tem muito a ganhar com sua chegada. Muito obrigado!”, finalizou.

Fonte: Seção de Comunicação Social-EPCAR.

Leia também:

FAB ABRE VAGAS PARA CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS DA AERONÁUTICA (CFS)