Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Aprendiz
Banner grande BQHost 2

Equipe brasileira de Pentatlo Aeronáutico Militar treina em Barbacena

Militares se reúnem periodicamente para a realização de treinamentos das modalidades que são disputadas exclusivamente por integrantes de Forças Aéreas

Militares da Força Aérea Brasileira (FAB), integrantes da equipe brasileira de Pentatlo Aeronáutico Militar (PAIM), estarão na cidade de Barbacena (MG) até o dia 29 de agosto realizando treinamentos visando a competição do campeonato mundial que será realizado na Espanha, nas Ilhas Canárias, no mês de dezembro. Acompanhados por militares da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), os treinos estão sendo realizados no complexo esportivo da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) e em locais próximos à cidade que oferecem ótima topografia para os treinamentos específicos. Esses militares são pertencentes a várias unidades do Comando da Aeronáutica (COMAER) e se reúnem periodicamente para a realização dos treinamentos, sendo que o próximo encontro da equipe será na Academia da Força Aérea (AFA), sediada em Pirassununga (SP), no mês de setembro.

Um dos destaques da equipe é a Capitão Intendente Mayara Soares da Silva. Vice-campeã mundial, a militar já conquistou vários títulos nacionais e possui grande experiência em disputas internacionais. Natural do Rio de Janeiro (RJ), a militar de 31 anos atualmente é a Chefe da Subsistência na Diretoria de Administração do Pessoal (DIRAD) e ingressou na equipe no ano de 2010, quando ainda era cadete e desde então faz parte de todas as convocações. A Capitão Mayara destacou que as instalações da EPCAR favorecem o treinamento da equipe visto que as instalações permitem a realização de várias provas num mesmo lugar. “Já estive na EPCAR em uma competição de esgrima, em 2015. Pra gente aqui é bom porque conseguimos fazer tudo num lugar só e priorizamos treinar em locais que ofereçam uma estrutura como essa. Isso é importante principalmente para os militares da equipe que atuam em unidades mais distantes. Quando se treina a equipe toda junta, é completamente diferente de um treinamento individual”, disse. Com o ingresso de alunas na EPCAR, no ano de 2017, oficiais que possuem destaque, como a Capitão Mayara, seja em suas funções militares quanto esportivas, sempre se tornam referências para as futuras líderes da FAB. A militar oportunizou para deixar uma mensagem de incentivo para as alunas da Curso Preparatório de Cadetes do Ar. “Todos os integrantes de equipes do Pentatlo Aeronáutico, tem suas funções administrativas ou operacionais e treinam, em todo o mundo, os atletas trabalham e treinam. Isso nivela a competição. Por isso digo que o Pentatlo é a modalidade ideal pois ele permite conciliar trabalho com treinamento. E, aqui na EPCAR, é bom que elas podem começar mais cedo, podendo chegar até sete anos de treinamento em período de formação. Assim, elas poderão chegar na AFA bem preparadas e, como cadete, já estarem disputando competições representando o nosso país”, concluiu.

“As quadras estão em ótimas condições e favorecem muito por serem no padrão olímpico e facilita pela dimensão, pois é exatamente assim que encontraremos nas competições internacionais. Há também mapas novos de locais aqui na região que favorecem o nosso treinamento de orientação, visto a especificidade de Barbacena e proximidades, pois aqui há mais curva de nível e favorece aos técnicos proporcionar aos atletas treinamentos mais difíceis que a competição para que quando a realizarmos num terreno plano, se tornar mais fácil para nós”, destacou o Major Aviador Joel Eloi Belo Júnior, que atualmente é instrutor de voo e adjunto da Seção de Educação Física da Academia da Força Aérea. O militar é um dos cinco integrantes da equipe do gênero masculino que competirá o mundial e, para ele, é um motivo muito especial estar na EPCAR pois foi aqui que iniciou sua vida militar, no ano de 2000. “É muito gratificante ver que estão ocorrendo várias melhorias e perceber que a Escola melhorou desde quando entrei aqui. A sensação é muito boa de estar aqui, onde tudo começou além de fomentar nos alunos o interesse e o desejo de futuramente ingressarem na modalidade”, finalizou.

Apesar ter seu nome atrelado a ideia de cinco, na verdade a modalidade é composta por seis provas: basquete, tiro, natação com obstáculos (natação utilitária), esgrima, pista de obstáculo e corrida de orientação, sendo que durante as competições o atleta descartará àquela em que tiver obtido a menor pontuação. Em algumas competições, como o mundial, há a inclusão de uma prova complementar, que é o Rali Aéreo, sendo esta uma característica que implica na participação exclusiva de militares de Forças Aéreas. Outra importante curiosidade é que, no Brasil, ainda se mantém comum a antiga nominação da modalidade, que era Pentatlo Aeronáutico Internacional Militar, daí a abreviatura de PAIM. Na década de 90, oficialmente, a modalidade foi nominada de Pentatlo Aeronáutico Militar. O primeiro campeonato mundial aconteceu em 1948 e o Brasil participou pela primeira vez no ano de 1971. No ano de 1989, ocupou o lugar mais alto do pódio de forma inédita e, desde então, o país já foi sede de várias competições internacionais e, atualmente, figura entre as melhores equipes do mundo, já havendo conquistado dezenas de títulos individuais e por equipe.

 

A MODALIDADE

Idealizada em 1947 pelo Major da Força Aérea Francesa Edmond Petit, logo após a 2ª Guerra Mundial, o Pentatlo Aeronáutico Internacional Militar (PAIM) tinha como objetivo manter e aprimorar o treinamento das equipes de combate que haviam atuado na Guerra.

A modalidade é uma prova combinada, baseada nas exigências do treinamento dos pilotos em suas atividades de combate, na procura incessante do desenvolvimento de características associadas ao desempenho operacional como: resistência, agilidade, coordenação, precisão, autocontrole, rapidez de raciocínio, força, destreza, dentre outras.

A equipe é formada por cinco atletas masculinos, quatro titulares e um reserva e quatro atletas femininas, sendo três titulares e uma reserva, além do chefe de equipe e um chefe de delegação.

Fonte: Seção de Comunicação Social-EPCAR.

Leia também:

CORONEL AVIADOR DANIEL CAVALCANTI DE MENDONÇA ASSUME COMANDO DA EPCAR