Net Rosas Banner Grande
Collegiati – Construtora
BQHost Banner Grande
Banner grande BQHost 2

Município de Congonhas recua para a onda vermelha do plano Minas Consciente

A partir deste sábado, 12, a cidade de Congonhas, na Região Central de Minas, recuará para a onda vermelha do plano Minas Consciente, criado pelo Governo do Estado para garantir a retomada segura e gradual da economia nos municípios, em que apenas serviços essenciais poderão funcionar. No entanto, em acordo com o Governo de Minas Gerais, a Prefeitura conseguiu adiar o fechamento das atividades comerciais para a segunda-feira, 14. O município permanecerá nesse nível por, no mínimo, sete dias, quando o Estado fará nova análise dos índices epidemiológicos do coronavírus.

No boletim epidemiológico  divulgado, na manha desta sexta-feira (11/09), pela Secretaria Municipal de Saúde, 785 casos de Covid-19 haviam sido confirmados em Congonhas. Ao todo, 518 que foram confirmadas com a doença já receberam alta hospitalar e/ou cumpriram isolamento domiciliar de 14 dias sem intercorrências.

Foram notificados 8.207 casos prováveis de infecção pelo coronavírus. Esse número se refere às pessoas que procuraram o call center ou os serviços de saúde com sintomas de febre e/ou qualquer sintoma respiratório. Desses, estão sendo monitorados 528 casos da doença. Já foram descartados 7.183, baseado em critério clínico, encerramento do período de monitoramento ou descartados por meio de resultado de exame negativo. Oito óbitos foram confirmados. Seis óbitos foram descartados, e nenhum está em investigação.

 

População deve adotar medidas preventivas para evitar propagação do coronavírus

O aumento de casos de coronavírus em Congonhas preocupa. A taxa de transmissão da Covid-19, conhecida como taxa R, chegou a 3 no município, ou seja, uma pessoa contamina outras três. O ideal é que esse número seja menor que um. Segundo o Informe Epidemiológico divulgado nesta sexta-feira, 11, foram registrados 785 casos confirmados da doença. Ainda de acordo com o boletim, a ocupação dos leitos da Unidade Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Bom Jesus é de 60%, já a dos leitos clínicos é de 30%.

A Secretaria Municipal de Saúde reforça que a população deve adotar medidas de segurança para impedir que o vírus continue se propagando. Ações de conscientização foram intensificadas nos locais onde os casos estão aumentando, entre eles Pires, Centro, Basílica, Alvorada, Jardim Profeta, Dom Oscar, Residencial e Lobo Leite. As atividades foram realizadas pelos profissionais das unidades básicas de saúde com apoio da Guarda Municipal, Polícia Militar e associações de bairro.

Use máscara de proteção (cobrindo o nariz e a boca); mantenha distância física de, no mínimo, 1,5 m; lave frequentemente as mãos com água e sabão; use álcool em gel 70% para higienização; evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos sujas; evite aglomerações; as crianças devem brincar dentro de casa.

O que pode funcionar na Onda Vermelha:

– Supermercados, padarias, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência;

– Bares (somente para delivery ou retirada no balcão);

– Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;

– Serviços de ambulantes de alimentação;

– Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop;

– Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito;

– Vigilância e segurança privada;

– Serviços de reparo e manutenção;

– Lojas de informática e aparelhos de comunicação;

– Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;

– Construção civil e obras de infraestrutura;

– Comércio de veículos, peças e acessórios automotores.

Foto (arquivo): Prefeitura de Congonhas.

Leia também:

COMITÊ MANTÉM REGIÃO NA ONDA AMARELA E CRIA PROTOCOLOS PARA REABERTURA DE PARQUES