O município de Alfredo Vasconcelos na região do Campo das Vertentes, está completando nesta quinta feira, 27 de abril, 25 anos de emancipação política e administrativa. O então distrito que era  incorporado ao município de Ressaquinha, distante a pouco mais de 11 km de Alfredo Vasconcelos, passou a ter oficialmente a sua autonomia política e administrativa no ano de 1992.  Localizado ás margens da Estrada Real, o distrito na época, era um dos ponto de passagem de bandeirantes e tropeiros que perfaziam o caminho de ligação entre antiga Vila Rica, atual cidade de Ouro Preto, até ao Rio de Janeiro , transportando  sobre tudo, ouro e café, que caracterizavam as maiores fonte econômica do Brasil na época.

Uma de suas ilustres personalidades, o visionário Pedro Bianchetti, dono de um grande poder econômico  na época,  chegou trazendo  progresso para a região com a instalação da Cerâmica Bianchetti, considerada o principal ramo industrial de Alfredo Vasconcelos, que juntamente com as lavouras de sua propriedade, representavam  o principal gerador de postos de trabalho naquele período, e toda essa gratidão dos vasconcelenses podem ser observadas com as homenagem prestada ao ilustre empreendedor, com o nome em que foi dada a principal avenida de acesso ao centro da cidade, a avenida Pedro Bianchetti. Somam-se a essas homenagem, o nome do mais antigo e tradicional estádio de futebol da cidade, que há mais de 80 anos é palco de uma das maiores paixões dos vasconcelenses, o futebol.

A grande demonstração de  religiosidade e de fé dos Vasconcelenses,  podem  ser  notada na riqueza presente no interior da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, a Padroeira do município, que tem na imagem da Santa um dos seus maiores  patrimônio histórico e fonte de grande devoção na cidade.

Foto: Reprodução/Internet.

Constituído por uma extensa área agrícola, o município tem na agricultura e pecuária suas principais fontes de economia, caracterizando como sendo um dos principais mercado no cultivo de rosas e flores do Estado, e com alta produção no setor da fruticultura, com expressiva produção de morangos, produtos esses, que motivou na criação do tradicional Festival de Morango, Rosas e Flores de Alfredo Vasconcelos, realizado anualmente no Parque de Exposições da cidade, se consolidando a cada ano, como uma das principais festas constante do calendários de eventos na região, atraindo cada vez mais, uma grande números de turistas que contribuem para aquecer a economia da cidade.

O nome da cidade, é uma homenagem a Alfredo de Barros Vasconcelos, um dos  engenheiros que trabalhou e morreu durante a construção  do trecho da malha ferroviária na região, ferrovia esta, que contribuiu de forma importante para impulsionar o desenvolvimento do antigo povoado.

O Portal de Notícias Vertentes das Gerais, parabeniza a todos os vasconcelenses pelo aniversário de sua emancipação, desejando um futuro promissor  com grandes  conquistas em prol do bem estar físico e cultural da população local.

 

fotografias: Januário Basílio